segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

O que é DSLR?

O que é DSLR?

DSLR é a sigla em inglês para digital single-lens reflex, que em uma tradução livre seria "câmera digital de reflexo por uma lente". Isso quer dizer que a DSLR é a versão digital para as antigas câmeras de filme SLR, em que a luz passa apenas pela lente antes de chegar no sensor — ou no filme, no caso das câmeras tradicionais.

Isso tudo fica muito complicado em linguagem técnica, mas em tese a única diferença de uma câmera DSLR para uma câmera digital compacta (as câmeras digitais comuns) é o seu funcionamento. Ao invés da imagem ser capturada por um sensor e assim ser reproduzida numa tela de LCD atrás da câmera, a imagem é refletida por um espelho direto para um visor. Na hora de tirar a foto, esse espelho se recolhe e o sensor captura a imagem.



Ainda ficou complicado? É só olhar no diagrama acima. A luz entra pela lente e é refletida em um espelho em 45º e depois em um pentaprisma, que nada mais faz que direcionar a luz para o visor, onde se coloca o olho. Ao apertar o disparador, esse espelho gira para cima, e a luz vai direto para o sensor, capturando a foto.

Embora esse seja o grande diferencial técnico, na prática, uma DSLR possui muito mais atributos que fazem com que ela seja mais avançada que uma digital compacta. Para começar, a qualidade da imagem é superior, já que o sensor que capta a imagem é maior que o das câmeras comuns. Isso favorece em ambientes com pouca luz, por exemplo.

Além disso, as DSLR oferecem muito mais possibilidades de ajustes que uma câmera comum — atributo somente válido para quem entende um pouco mais de fotografia. As lentes também são de melhor qualidade, e essas câmeras possibilitam o uso de acessórios como flashes externos.

Ainda não sabe se vale a pena comprar uma DSLR ou não? Veja mais algumas vantagens e também as desvantagens.
O lado bom da DSLR


Embora algumas DSLR já possuam live preview, isto é, ver a imagem que vai ser fotografada no visor de LCD que fica atrás da câmera, boa parte dos profissionais prefere ver pelo visor ótico — aquele buraco pequenininho em cima da câmera. Isso porque o visor mostra exatamente as condições de luz e o que a lente captou. Outra vantagem é não ter lag de imagem — o que você vê está acontecendo na velocidade da luz e não no tempo de processamento da sua câmera. Isso também causa menos cansaço nos olhos, já que você não vai precisar ficar olhando uma tela que emite luz. Mas não precisa se preocupar: embora algumas não tenham o live preview, todas as DSLR permitem que você veja como ficou a imagem depois, como numa digital comum.

No geral, a bateria dura muito mais, já que o visor LCD não fica ligado o tempo todo. Além disso, muitas delas possibilitam o encaixe de um grip que prolonga o tempo da bateria.

Um ponto que é definitivo para quem vai tirar fotos de coisas em movimento é a velocidade de disparo. A DSLR é muito mais rápida que uma câmera comum. As mais velozes conseguem soltar dez cliques em apenas um segundo. Ótimo para garantir um bom shot.

A DSLR é uma compra para a vida toda, podemos dizer assim. Mesmo que você não vá manter a sua para sempre, elas perdem o valor bem menos rapidamente — ao contrário das digitais compactas. Ou seja, se você a mantiver com cuidado, dá para vender depois e ainda conseguir uma boa grana por ela.

Mas nem tudo é perfeito
Apesar de já estar bem mais viável, o preço de uma DSLR é exorbitante perto de uma câmera compacta. O que mais encarece são as lentes, que chegam a custar o mesmo que uma câmera comum. Antes de comprar analise se vale a pena e se é realmente a câmera que você quer, assim como fazer um orçamento completo: o corpo da câmera, as lentes que você quer, um case e acessórios extras.

As DSLR são bem mais pesadas e maiores que as compactas, justamente pelo jogo de espelhos que acontece no interior da câmera. Não é uma câmera que você leva no bolso ou na mochila.

Por seu sistema ser muito mecânico, as DSLR podem exigir uma certa manutenção. Fora que a troca de lentes pode permitir a entrada de poeira — o que exige uma pessoa especializada para fazer a limpeza.

As DSLR não são fáceis de manusear. Mesmo o modo automático às vezes exige um pouco mais de atenção que uma compacta.

Sem comentários:

Enviar um comentário