terça-feira, 23 de maio de 2017

O MP3 morreu e já tem sucessor






O MP3 matou o Walkman e o Discman no final da década de 80. O formato de ficheiros de música digital encarnou uma profunda revolução no mundo da música e marcou as gerações dos Anos 90 e do Milénio. Agora chegou a sua vez de ceder para um novo tipo de ficheiros.

Os MP3 seduziram milhões de jovens por todo o mundo pela possibilidade de gravar mais ficheiros utilizando suportes físicos mais reduzidos. Por exemplo, por comparação com um CD de áudio o formato MP3 permitia taxas de armazenamento até 10 vezes superiores.

O Insitituto Fraunhofer para os Circuitos Integrados, responsável pelo MP3 e pelo licenciamento das patentes associadas deu por terminado o processo de licenciamento. Esta alteração implica que no mercado deixarão de surgir novos equipamentos com compatibilidade assegurada com MP3, podendo os utilizadores todavia continuar a usar os seus ficheiros.

Segundo o comunicado emitido pelo mesmo instituto pode ainda ler-se que «apesar da popularidade que o MP3 goza ainda junto de muitos utilizadores, existem no mercado novos formatos como o AAC que são capazes de oferecer mais funcionalidades e uma qualidade de áudio superior a ‘bitrates’ mais reduzidos».


Fonte: https://www.maistecnologia.com/mp3-morreu-ja-sucessor/

Sem comentários:

Enviar um comentário