Pesquisar aqui

domingo, 29 de março de 2020

Elepahnt Robotics cria um revolucionário "cobot"

Termino as noticias deste período, descomprimindo um pouco do assunto do Covid-19 e olhando para o futuro da tecnologia Robótica. Hoje falarei sobre Catbot. Este é um robô autónomo que pode ser um grande beneficio para muitas empresas industriais. Este robô é uma versão dos braços robóticos industriais, que se podem ver na autonomização da industria dos carros por exemplo, mais portátil, pequena, segura e fácil de utilizar. Este robô têm uma infinita possibilidades de tarefas possíveis, pode ser um fotografo, massagista, pintor, correio e claro construção de hardware. Este ainda tem comando de voz!
Assim como se pode ver este servira como um robô "tudo em um", que poderá fazer milhares de tarefas diferentes. No entanto este ainda tem custos muito elevados e uma dificuldade de personalização, estas são barreiras que podem afastar as pequenas empresas. Se ainda estiveres interessado vê o pequeno video abaixo que demonstra o robô em funcionamento. Até à próxima!



Arduino - Sensor de nível de água


Sensor de Nível de Água





  Este é o sensor do nível de água ou o sensor de profundidade de água que a sua funcionalidade parece óbvia e passo a dizer qual é: serve para ver o nível em que a água se encontra por exemplo num depósito e esse nível é determinado através dos seus próprios sensores e pode ser usado para detetar inundações ou a função contrária que é detetar quando um depósito de água está quase sem água nenhuma.

Arduino - Comando


Comando





  Agora vou falar sobre o comando que também vem com o kit. Este comando emite raios infravermelhos e funciona em conjunto com o recetor de infravermelhos, visto que o comando os emite e o recetor os recebe. Um projeto de uns dos meus colegas foi através do comando de infravermelhos conseguir mudar as cores que vão aparecendo no LED RGB. Isto acontece devido ao comando transmitir informação que depois acaba por ser recebida e irá acontecer alguma coisa em função disso.

Arduino - recetor de Infravermelhos


Recetor de Infravermelhos





 Este recetor é um recetor de infravermelhos porque é capaz de receber as informações que são transmitidas por raios infravermelhos. Normalmente o que se vê mais no dia a dia com esta utilidade são os comandos de televisão e desse género. O kit que nós adquirimos traz um recetor de infravermelhos e um comando emissor de infravermelhos que irei falar no meu seguinte post.

sábado, 28 de março de 2020

Amazon desenvolve um colete para proteger funcionários de robôs

Hoje, falarei de uma nova tecnologia que a Amazon esta a desenvolver: tecnologia vestível. Agora esta não parece ser muito importante mas pode ser esta mesma tecnologia que fará a industria da robótica desenvolver-se muito mais rápido. Isto porque estes coletes iram proteger os funcionários das empresas de acidentes relacionados com robôs.
A Robotich Tech Vest foi desenvolvido para funcionários da Amazon que trabalham em centros de entrega de armazéns ao lado de robôs autónomos. Isto porque a Amazon tem estada atenta aos acidentes dos seus trabalhadores que foram feridos de o resultado da ação de um robô, e este foram muitos. Devido a isto foi desenvolvido este colete que vem com sensores embutidos e um cinto electrónico que fornece alertas de aviso aos robôs próximos para informá-los da presença de um trabalhador. Isto poderá ajudar a garantir segurança para qualquer trabalhador da empresa e ainda aumentar o ritmo de trabalho. Desta forma, este sendo ainda uma versão nova e recente, estes coletes poderão, mais tarde, fazer muitas mais tarefas que no momento ainda nem imaginamos. Até à próxima!
An Amazon robot box toy at Grand City Mall on July 21, 2013 in Surabaya, Indonesia

sexta-feira, 27 de março de 2020

AI ajuda a lutar contra o COVID-19

Com o fim do PT06 - Arduino, voltamos a nossas curadorias normais, sobre todas as novidades na Robótica. Hoje será uma noticia pequena mas de qualquer forma extremamente relevante com o que se passa hoje em dia. Como se sabe a COVID-19 esta em todos os canais de noticias hoje em dia. Esta epidemia esta-se a tornar extremamente perigosa e precisamos de toda a ajuda e cooperação possível para a travar. Isso inclui a ajuda da nossa Robótica. Eu já fiz um uma noticia sobre este problema. No entanto sinto que é necessário mostrar as incríveis ideias e projetos que os indivíduos neste setor estão a desenvolver.Um deste trabalhos é o robô que se pode ver abaixo. Este esta a ser desenvolvido pelos especialistas em inteligência artificial e robótica em Edimburgo que esperam que seja um dos primeiros robôs da área da saúde a manter uma conversa com mais de uma pessoa por vez. Este projeto esta a ser designado para ajudar pessoas mais velhas, mas poderá também ser usado para um dia ajudar a lidar com surtos de vírus como a pandemia de coronavírus. Com muitos robôs já trabalhando em hospitais desinfectando salas e entregando comprimidos, esta abordagem será muito interessante ver a ser desenvolvida nos próximos anos. Se estiveres interessado em saber mais segue o link. Até à próxima! (https://www.bbc.com/news/uk-scotland-52042891)



Arduino - Sensor DHT




O sensor DHT é um sensor de temperatura e humidade.
A versão DHT11 tem sucesso ao fazer leituras de humidade de 20 a 80%, e temperaturas de 0 a 50 Cº com ±2 Cº.
O DHT11 é básico, de preço baixo e fácil de usar. Verifica então a temperatura e humidade do ar, transmitindo o sinal digital que pode ser lido pelo Arduino, de modo a apresentá-lo num display à escolha. É consideravelmente pior que o sensor DHT22, tendo menos precisão, mas é mais barato e menor.


Referências

Python - News 9.2

COMO É A NONA PUBLICAÇÃO DE PYTHON - NEWS, HOJE VOU APRESENTAR 9 RAZÕES PARA APRENDER PYTHON NO ANO DE 2020!
No dia 21, fiz a primeira parte deste Python News que contém as primeiras 5 razões para aprender Python, aqui estão mais 4!

  • Grande comunidade: O facto de ser código aberto e possuir milhares de bibliotecas já dá uma dica de quão grande é a comunidade que gira em torno de Python. E por que isso é tão importante? Estas comunidades são de grande ajuda em qualquer estágio da carreira de um desenvolvedor. Se está no início do processo de aprendizagem, pode usá-las para tirar dúvidas básicas ou mesmo pedir dicas de iniciação em projetos. É sempre bom conviver!

  • Data Science: Ciência de dados já foi chamada de profissão do futuro, de emprego mais sexy, entre outros adjetivos. Mas o facto é que a demanda por cientista de dados só cresce, nas mais variadas indústrias, e Python tem sido a linguagem preferida para atuar nesse ambiente. Entre as razões pela escolha de Python está a variedade de bibliotecas disponíveis sobre o tema, o que facilita seu uso, como a PyBrain, Numpy, entre outras.

  • Desenvolvimento Web: Pensa na criação de algo para web em PHP (se conheces um pouco de programação). Tarefas que levarima algumas horas, são desenvolvidas em poucos minutos utilizando Python. Essa facilidade é traduzida também na ampla disponibilidade de bibliotecas e frameworks, como Django e Flask, que facilita ainda mais o trabalho de qualquer desenvolvedor web.

  • Salário: A demanda por desenvolvedores Python é alta e a tendência é que cresça ainda mais e é indispensável falar do salário médio deles. Quando isso acontece a lei de mercado prevalece e os salários começam a subir. Em média, um desenvolvedor Python em início de carreira pode ganhar 850 euros, mas os ganhos podem facilmente ultrapassar os 1500 euros, podendo variar de empresa para empresa, contrato de trabalho e hierarquia.




Referências:

quarta-feira, 25 de março de 2020

Python - Herança de Classes (Parte 3)

JÁ APRENDEMOS SOBRE CLASSES, E A SUA HERANÇA?


Nas últimas duas publicações falei sobre as bases de herança de Classes, agora vou apenas explicar a utilização de outro métodos que podem vir a ser úteis!

  • Função 'super()': esta função faz com que a função derivada herde todos os métodos e propriedades da função base:
class Student(Person):
def __init__(self, fname, lname):
super().__init__(fname, lname)

Ao usarmos a função super() não precisamos de inserir o nome da função base!

Nota: se ainda não viste a parte 1 e 2 de Herança de Classes, é melhor ver primeiro para melhorar a compreensão!


Referências:

segunda-feira, 23 de março de 2020

Editores de vídeo Smartphone

Editores de vídeo Smartphone

Existem várias aplicações para edição de vídeo no entanto muitas delas não são aceitavelmente potentes para as máquinas que transportamos nos bolsos.
Hoje venho dar 3 recomendações:
1. Quik.
2.FilmoraGo
3.VivaCut
Já experimentei as três e devo dizer que, quando comparadas a todas as outras no mercado estas foram as melhores se bem que com algumas limitações como seria de esperar.

Arduino - TinkerCAD


O TinkerCad é uma plataforma que nos permite simular a construção de projetos, sejam eles de Arduino ou 3D.
Assim, mesmo sem termos comprado o Arduino, somos capazes de programar e criar circuitos que funcionam remotamente como se tivessemos um Arduino individual. É muito útil até para quem tem, pois é fácil e rápido criar uma simulação, servindo como um lugar de teste onde primeiro passamos antes de colocar as mãos na verdadeira massa física.

O site: www.tinkercad.com
Para entrar, temos ou de criar uma conta pessoal, ou entrar como parte de uma turma.

O TinkerCAD usa programação por blocos, similar à de outras plataformas como MIT App Inventor e Scratch.

Referências:

Python - Herança de Classes (Parte 2)

JÁ APRENDEMOS SOBRE CLASSES, E A SUA HERANÇA?


Na última publicação criámos a seguinte classe base:

class Person:
  def __init__(self, fname, lname):
    self.firstname = fname
    self.lastname = lname

  def printname(self):
    print(self.firstname, self.lastname)

x = Person("Nyck", "Brandão")
x.printname()

Agora vamos criar uma classe derivada da acima:


class Student(Person):
  pass

Assim criámos uma classe Student que tem as propriedades da classe Person! E podemos atribuir-lhe dados também, como a seguir:


x = Student("Bruna", "Pires")
x.printname()

Agora em vez de usar-mos o argumento pass, vamos usar a função __init__():


class Student(Person):
  def __init__(self, fname, lname):

Nota: quando adicionamos uma função __init__() à função derivada, esta já não herdará a função da classe base!

Assim termino mais uma publicação de  Herança de Classes em Python, já tendo as bases e conceitos básicos e necessários, na parte 3 vou apenas referir outros métodos, até lá: Boa programação!


Referências:

domingo, 22 de março de 2020

Arduino - LCD


LCD




  Um LCD (Liquid Crystal Display)  é um painel fino que é utilizado para mostrar informações por via eletrónica desde textos a imagens e vídeos. Normalmente costuma ser utilizado em carros, comboios, aeroportos. 
  Um LCD tem 6 camadas, que são as seguintes:
1 - Filme polarizador na vertical;
2 - Substrato de vidro com eletrodo ITO (óxido de lata do índio);
Resultado de imagem para camadas do lcd3 - Cristal líquido;
4 - Substrato de vidro de eletrodo ITO com traçados horizontais para se alinhar com polarizador horizontal;
5 - Filme polarizador na horizontal
6 - Espelho para tornar um painel reflectivo



Arduino - Módulo de relógio

O módulo de relógio, ou em inglês RTC ( real time clock), modelo DS1302, é essencialmente um simples relógio. Este pode-se conectar com o micro controlador e fornecer informações de segundo, minuto, dia, data, mês e ano. Este mesmo sendo um simples relógio consegue abrir muitas possibilidades para projectos com o arduino. Um destes pode ser um simples alarme, claro que este iria necessitar também de um buzzer (uma coluna que vêm com o kit do arduino, falo dela na próxima curadoria). Até à próxima!

Arduino - Motor Servo SG90


Motor Servo SG90




Um motor servo é uma máquina que funciona em função de um controlo que receba. Neste motor servo, nós conseguimos encaixar e aparafusar algumas "trancas" que nos permitem bloquear algo. O exemplo que vou dar é do meu projeto em que o motor servo vai reagir em função do módulo RFID em que quando se passa a "chave" correta no sensor RFID, o motor servo roda desbloqueando assim uma porta por exemplo. Até à próxima.

Componentes Arduino: Sensor de som

Este sensor utiliza um microfone de condensador elétrico para detetar o som num determinado ambiente. Pode ser usado conectado através de uma porta digital, onde apenas indica se está a detetar som (HIGH, 1) ou não (LOW, 0). Nesse caso é necessário ajustar o limite de deteção através do potenciómetro incorporado (apertando ou desapertando o parafuso por cima do paralelepípedo azul). Caso deseje dados mais precisos, pode conectá-lo através de uma porta analógica onde receberá valores entre 0 e 1023, quanto mais elevado é o valor, mais elevada é também a intensidade do som detetado. É importante denotar que este sensor funciona com uma tensão de 4 a 6V pelo que a porta de 3.3V do Arduino não é suficiente, tendo que ser usada a de 5V.



imagem:
  • URL
  • consultada no dia 2/03/2020


fonte:

Componentes Arduino: Piezo buzzer

Como seria aborrecida a vida sem som, não é? Então e que tal dar um pouco de som ao seu Arduino com o Piezo Buzzer. Este pequenino componente é capaz de reproduzir sons de frequência variável e programável, sendo até possível gerar algumas melodias. Como é óbvio, com muitas limitações. Tenha cuidado ao inseri-lo no seu projeto pois este possui polaridade, Basta olhar para baixo do mesmo, pois junto a cada pino está indicado qual a sua polaridade. É possível utilizá-lo em módulo e sozinho, sendo que a segunda opção é muito mais popular. Para ser controlado é necessário utilizar o comando tone().


imagem:
  • URL
  • consultada no dia 22/03/2020

fonte:

Componentes Arduino: sensor de chama

Tal como o nome indica, a função deste sensor é muito simples (detetar fogo). É importante que tenham em conta que este sensor nada mais é que um sensor de infra-vermelhos. Tenha isto em conta quando desenvolver o seu projeto, pois pode gerar alguma confusão e maus resultados caso possua um emissor de infra-vermelhos próximo do sensor. Para além disso, este sensor necessita de calibração, sendo aconselhável o uso do monitor serial da IDE do Arduino para ver quais as alterações nos valores lidos pelo sensor quando acendemos uma chama por perto, fazendo os ajustes necessários no código. Como é de se esperar os valores lidos por este sensor são analógicos, indo de 0 a 1023. Este sensor pode vir acoplado num módulo que facilita a sua utilização e comunicação com o Arduino, ou sozinho (sendo também de fácil utilização).

sensor de chama


sensor de chama com módulo



imagem:
  • URL
  • URL2
  • consultadas no dia 22/03/2020

Arduino - Módulo de relógio


Módulo de Relógio





O módulo de relógio que é um relógio em tempo real que também é um relógio de computador, pode ser mostrado num LCD.Este está sempre atualizado com o tempo presente e costuma estar integrado nos telemóveis, computadores, tablets, etc. Este componente não tem assim nada em especial mas é interessante pensar como ele consegue estar sempre atualizado em tempo real. Até à próxima.

sábado, 21 de março de 2020

Arduino - Módulo de temperatura e humidade



O módulo de temperatura e humidade, mais especificamente o modelo DHT11, é um sensor de, como esta no nome, temperatura e humidade. Isto permite fazer leituras de temperaturas (0 a 50º Celsius) e humidade (20% a 90%). Desta forma este sensor pode enviar essas informações capturadas para a placa micro controladora, que depois pode estar programada para realizar uma ação após atingir uma determinada temperatura e humidade. Um electrodoméstico que usa este sensor são os ar condicionados automáticos, que ligam e desligam-se após o ambiente atingir uma determinada temperatura, isso é claro graças ao módulo de temperatura e humidade. Até à próxima!

Image result for DHT11

sexta-feira, 20 de março de 2020

Arduino - Resistências



As resistências são muito úteis na contrução de circuitos Arduino. Permitem-nos regular a energia do circuito quando esta as ultrapassa.
Existem vários resistências diferentes, com diferentes bandas coloridas que representam diferentes impotências. A impotência, ou seja a unidade da "capacidade" da resistência, é medida em Ohms e existem tabelas que nos indicam exatamente qual é a impotência total de uma resistência de acordo com as cores.
Hoje em dia, isto é facilitado pelo uso de software que nos diz automaticamente a impotência ao lhes darmos as cores, como por exemplo este da Digi-Key.

Referências

Arduino - Breadboard




A breadboard (placa de ensaio) é um dos componentes mais essenciais do Arduino.
Nele, conseguimos construir circuitos (elétricos), fazendo ligações entre os diferentes componentes e a breadboard. Estas ligações são feitas a partir dos seus furos, estes conectados entre si e que permitem a transferência de energia entre componentes.
Esta breadboard tem 400 furos.
Recebeu o nome de "breadboard", pois era exatamente numa verdadeira breadboard (tábua de cortar pão) que se construiam os circuitos elétricos. Esta não tinha buracos, não era tão eficiente como a atual, era usada apenas como suporte.

Mais informação sobre a breadboard e a sua história: Wikipedia - Placa de Ensaio

Referências

Arduino - LDRs

No passado eu falei sobre os conjuntos de resistências, e como elas são basicamente componentes que através do seu material criam uma oposição à corrente elétrica. Tal como esta no nome deste dispositivo (Light Dependent Resistor ou resistência dependente da luz) este também é uma resistência só que esta depende da intensidade luz que cai sobre ela. Desta forma este componente em vez de, como uma típica resistência, proteger a corrente elétrica que passa numa LED, pode agora funcionar como um interruptor de luz automático, ou seja quando ficar escuro, ou até pode ser usado numa câmera. O LDR ao medir a intensidade da luz pode ajustar a velocidade do obturador da câmera e seleccionar um nível apropriado. É assim que temos as nossas câmeras em modo automático. Até à próxima!
Image result for ldr

Arduino - Servo Motor


NA PUBLICAÇÃO ANTERIOR FALEI SOBRE UM SENSOR, JÁ NESTA IREI FALAR SOBRE UM MOTOR BASTANTE SIMPLES DE UTILIZAR!
O Servo Motor SG90 é um motor de elevada qualidade e muito utilizado em projetos de robótica com o Arduino, PIC, Raspberry, entre outros. É ideal para a utilização em aeromodelismo, controlando de forma precisa os movimentos. 
O Servo Motor SG90 é um módulo que apresenta movimentos proporcionais aos comandos indicados, controlando o girar e a posição, diferente da maioria dos motores. Possui um ângulo de rotação de 180 graus e acompanha um cabo de 3 pinos referente à alimentação/controlo e diversos acessórios (3 tipos de braços + parafusos). É um motor compacto, pesa apenas 9g e oferece um torque máximo de ~1.6kg, mostrando-se ideal para as mais diversas aplicações em projetos robóticos e eletrónicos. 


Referêcias:

quarta-feira, 18 de março de 2020

Arduino - Sensor de Temperatura e Humidade


NA PUBLICAÇÃO DE HOJE IREI FALAR SOBRE UM SENSOR BASTANTE ÚTIL EM INÚMEROS PROJETOS, O MÓDULO DE TEMPERATURA E HUMIDADE!

O Sensor Temperatura e Humidade DHT11 é um sensor de temperatura e humidade que permite fazer leituras de temperaturas entre 0 a 50º Celsius e humidade entre 20 a 90%, muito usado para projetos com Arduino.
O Módulo DHT11 na prática detecta a humidade e a temperatura e envia essas informações para a placa microcontroladora, que deve estar programada para realizar alguma ação quando é atingida determinada temperatura ou humidade.

É ideal para o uso por profissionais ou estudantes das áreas tecnológicas, o Sensor de Temperatura e Humidade DHT11 oferece dados confiáveis e estáveis.
Pode desenvolver vários projetos com o Módulo DHT11 e o Arduino, como por exemplo, ligar o ar condicionado automaticamente quando o ambiente atingir uma determinada temperatura ou ligar a função de remover a humidade quando atingir uma determinada humidade ou até fazer um simples termómetro.


Referências:

segunda-feira, 16 de março de 2020

Arduino IDE


O Arduino tem o seu IDE (Integrated Development Environment) oficial.
Já sabemos como fazer o seu download e instalação. Ver aqui.

Ao abrir a IDE, deparamos-nos com uma interface bem simples. A maior parte é bloco de texto, de forma a mostrar que estamos aqui é para escrever código!
Em cima temos algumas das opções/botões comuns em vários outros programas:

  • File - como esperado, é para abrir e criar novos ficheiros/projetos. 
  • Edit - mexer/formatar o próprio código, parecido ao próprio bloco de notas.
  • Tools - algumas opções mais avançadas de configuração da IDE e de componentes e portas.
  • Help - links de páginas de ajuda e troubleshooting.
  • Sketch - verificar/compilar/upload do código, outros relacionados ao próprio código como adicionar bilbiotecas.

Abaixo destes temos ums botões que fazem uma ação específica. Temos de Verify, Compile, New, Open e Save.

Na File temos os Examples, códigos de exemplo muito úteis para testarmos vários componentes.

Referências

Arduino - Sensor de água


NA PUBLICAÇÃO DE ARDUINO DE HOJE IREI FALAR SOBRE O SENSOR DE ÁGUA, UM COMPONENTE BASTANTE INTERESSANTE!


O Sensor de Nível de Água é um componente eletrónico de utilização universal que pode ser usado em diversos projetos eletrónicos que envolvam plataformas microcontroladoras como o Arduino, Raspberry Pi, PIC, ARM, AVR, etc...
Por inúmeras razões, é necessário detectar a presença de água num determinado espaço. O Sensor de Nível e Profundidade de Água é ideal para saber o nível de líquido de um tanque, por exemplo.

Para uma maior durabilidade a superfície do Sensor de Nível e Detecção de Água passa por processos químicos para aumentar sua condutividade elétrica e resistência à corrosão.
O Sensor de Nível de Água possui simples conexão, contando com dois pinos de alimentação (positivo e negativo) e um terceiro pino “S” que é conectado à saída analógica do Arduino.
Recordo que os pinos do Sensor de Nível e Profundidade de Água não devem ser submersos na água, sob risco de curto-circuito. Para facilitar a instalação existem duas perfurações para a fixação do sensor em diversos locais.

O Sensor de Profundidade de Água apresenta fácil interface, podendo ser manipulado por iniciantes em Arduino ou mesmo por especialistas técnicos que querem ampliar o seu projeto.


Referências:

domingo, 15 de março de 2020

Componentes Arduino: LCD

Neste post irei falar sobre os displays LCD. Estes componentes eletrónicos possuem apenas uma utilização, mas que é de grande importância. Mostrar informação. 
O seu funcionamento é muito interessante. Por trás do ecrã encontra-se apenas uma lâmpada que ilumina todo o display. Este, para mostrar caracteres, deixa passar mais ou menos luz em determinadas zonas. Gerando assim formas no display.
Um LCD comum para utilização com o Arduino possui 16 pinos (podendo esgotar as conexões que o nosso Arduino tem, criar uma grande confusão de cabos e tornar um display  muito mais complicado de ser usado na generalidade. 
Por esta razão é aconselhável e prático utilizar um módulo I2C, que é soldá-do aos pinos do display. Este módulo converte os 16 pinos do LCD em apenas 4 (negativo, positvo, SDA e SCL). Estes dois últimos já pinos de troca de informação que podem ser usados tanto como pinos digitais ou Analógicos, assumindo funções muito específicas no caso do módulo I2C. O SDA (serial data) e o SCL (serial clock).
É importante avisá-lo que existem diversos endereços para os I2C. Por isso, caso utilize um, é aconselhável que roda um programa que lhe permita ver o endereço do seu I2C (ao qual se irá referir sempre que quiser comunicar com o display).

LCD Display


 I2C

 LCD com I2C



Imagens:


fontes:

Arduino - Sensor de temperatura e Humidade


Sensor de Temperatura e Humidade





  Este pequeno sensor azul é o sensor de temperatura e humidade (DHT11) que dentro dele existem pequenos sensores que analisam a temperatura em graus Celsius e a humidade em percentagem. Normalmente este sensor está ligado a um LCD que nos vai mostrar a temperatura e a humidade daquela divisão ou onde se encontrar. O sensor de temperatura mostra temperaturas entre os 0-50ºC com uma incerteza de ±2ºC e o de humidade mostra percentagens de 20-90% com uma incerteza de ±5%. 

Arduino - Interruptor de bola

O interruptor de bola, ou também conhecido como ball sensor, é um componente electrónico que detecta orientação e inclinação. Este funciona como um sensor de inclinação, ou seja detecta quando esta na vertical ou inclinado. O sensor contem duas bolas metálicas no seu interior que comutam com os dois pinos do dispositivos para ligar e desligar. Dai vêm o nome de interruptor de bola. Este componente é frequentemente usado em pequenos projectos pela sua incrível eficácia, de detectar inclinação e orientação, e ser pequeno, barato, e necessário pouca corrente elétrica para funcionar. Até à próxima!

Arduino - Módulo RFID


Módulo RFID



Figura 1


  O RFID   (Radio-Frequency Identification)   que  em  português  significa  Identificação por radiofrequências é um método de identificação, que serve em todos os componentes quem etiquetas  RFID.   O que aparece acima  na   Figura 1 é o dispositivo recetor das ondas que chamam-lhe módulo RFID.   O emissor pode ter um formato qualquer mas o mais comum é um objeto pequeno  que possamos transportar  connosco  no nosso dia a dia e os que vêm com o kit de Arduino comprado são o cartão branco (Figura 2)  e  a "chapa" (Figura 3). Uma das utilidades mais comuns de se ver com estes dispositivos é o cartão para abrir portas ou cartões escolares e  a  chapa  para  abrir  portas   de prédios em substituição de códigos ou chaves.


Figura 2
Figura 3



Arduino - Matriz 4x4 de interruptores


Matriz 4x4 de interruptores







  Hoje vou falar sobre a matriz de interruptores 4x4 que tem diversas funcionalidades. Esta matriz contem 16 interruptores enumerados de S1 a S16 e com os pinos de ligação C1 a C4 e R1 a R4. Estes botões podem ser programados de várias maneiras e eu vou falar de uma delas. No meu projeto final, a utilidade desta matriz de interruptores vai ser para escolher uma determinada combinação de botões que ou tenha uma ordem ou aleatoriamente desde que es pressione todos os botões.

sábado, 14 de março de 2020

Arduino - Placa de ensaio

A placa de ensaio, ou também conhecida em inglês como a breadboard, é um componente que ajuda a construir projectos sem ter que os soldar. O nome icónico deste electrónico, breadboard, vêm de como à muitos anos atrás as pessoas pegavam nas suas tábuas de madeira de casa, normalmente as de pão, e usavam-nas como plataformas para fazer os seus circuitos eléctricos. Hoje em dia, a placa de ensaio, faz precisamente isso de uma forma mais eficaz.

learn_arduino_breadboard_half.jpg

Como os componentes electrónicos tem ficado cada vez mais pequenos ao longo dos anos, a breadboard também. Esta agora funciona simplesmente conectando os componentes, que são inseridos nos soquetes e com fios de ligações. Por exemplo se ligarmos uma corrente positiva na coluna com o símbolo "+", toda essa coluna passara a ter corrente positiva, ou se passarmos essa mesma corrente com um fio de ligação para a linha 4, toda essa linha (da coluna A a E) passara a ter essa mesma corrente. Isto é devido a organização das tiras de metal que se encontram dentro do componente. Na imagem abaixo pode-se ver um exemplo da corrente a passar pelo dispositivo. Até à próxima!

learn_arduino_overview.jpg

sexta-feira, 13 de março de 2020

Arduino - RGB LED

À pouco tempo eu falei sobre as LEDs e as suas funções. Essencialmente estas são pequenas lâmpadas que necessitam de pouca corrente elétrica para funcionarem. Hoje, falarei sobre a RGB LED, que se podem considerar uma evolução da típica LED.
A RGB LED consegue omitir diferentes cores misturando as suas três básicas: vermelho, azul e verde. Esta na verdade não é uma única LED mas sim uma junção de três, é por isso que esta tem quatro derivações, em vez das típicas duas que se encontra numa LED comum. Cada derivação funciona como uma própria LED, excepto a negativa, e estas dependem da corrente que se faz passar por cada. Assim pode-se misturar e criar-se diferentes cores das três básicas originais. Por exemplo ao só ligar a corrente da derivação da azul e vermelha poderemos ver uma cor roxa, ou se até ligarmos todas com a mesma corrente teremos uma cor branca. Até à próxima!

RGB-LED