quinta-feira, 4 de abril de 2019

PT06 - O meu formulário

PT06 - O meu formulário

Com a realização da PT06, criámos um formulário de 10 perguntas para serem selecionadas 
e realizar uma compilação, de forma a obtermos um teste de 40 perguntas.

Se quiseres treinar para o teste, experimenta realizar o meu formulário.


Regulamento de Protecção de Dados “está a demorar” a entrar no quotidiano

O académico Alexandre Sousa Pinheiro diz ver ainda “muita iliteracia” sobre a questão da protecção de dados e das novas regras europeias – “por muito que dela se fale”.



Resultado de imagem para article 13

É fácil para qualquer pessoa já ter, pelo menos, ouvido falar do Regulamento Geral de Protecção de Dados (ou RGPD). É uma lei europeia concebida para uma era em que a informação de clientes e utilizadores é o motor de muitos negócios. O regulamento deu origem a discussão pública, a uma ampla cobertura mediática e, desde que foi aprovado, em Maio do ano passado, a uma avalanche de emails vindos de organizações a pedirem consentimentos aos utilizadores. Ainda assim, argumenta Alexandre Sousa Pinheiro, professor de Direito na Universidade de Lisboa, subsiste algum desconhecimento sobre o assunto. Por vezes, as entidades recolhem demasiada informação. Noutros casos, não sabem as obrigações que devem cumprir. 

O que é que se entende hoje por privacidade? E há diferenças substanciais nesse entendimento entre EUA e Europa?

Aquilo que se passa relativamente à privacidade e à protecção de dados é uma diferença cultural essencialmente na origem dos termos nos EUA e na Europa. A privacidade começa com a “privacy” nos EUA, em 1890. O que está em causa quando se fala nesta matéria é a protecção da imagem das pessoas, particularmente quando estão no espaço público ou em episódios públicos.

Ainda não há efeitos palpáveis para os cidadãos?

Ainda não há, por muitos, a consciência de que não se deve recolher dados em excesso. Os dados devem ser recolhidos para finalidades determinadas. O que encontramos é entidades a fazerem recolhas de informação que não devem fazer. 


Consultei o site DailyDot e Medium no dia 04/04/2019.

quarta-feira, 3 de abril de 2019

Pt06- Teste colaborativo

Para este projeto foi nos desafiado a criar 10 perguntas sobre a matéria de programação do 2º período. As perguntas tinham que ser de escolha múltipla e tinham de estar relacionadas com JavaScript, CSS e HTML, sendo 3 delas de HTML, 2 de CSS e 5 de JavaScript. Após a realização destas perguntas elas teriam que ser colocadas num formulário do google forms para depois serem postas na pasta drive, no site de testes e no portefólio pessoal.
A partir das 10 perguntas de todos os alunos só 40 destas eram escolhidas para o teste final de escolha múltipla com um tempo de 40 minutos para a resolução deste mesmo.

domingo, 31 de março de 2019

PT06 - Teste Colaborativo

Para a PT06 foi-nos proposto o desafio de criar 10 perguntas de escolha múltipla sobre o que aprendemos neste 2º período: 3 perguntas sobre HTML, 2 sobre CSS e 5 sobre JavaScript. Estas perguntas foram então colocadas num formulário Google.

A partir das perguntas de todos os 20 alunos são selecionadas as melhores que irão ser colocadas num teste de escolha múltipla de 40 minutos com 40 perguntas (1 minuto para cada pergunta).



Aqui está um link direto para o meu teste de escolha múltipla: Teste

PT06- Teste de Escolha Múltipla

Neste PT06, foi nos pedido para criar um Teste de Escolha Múltipla utilizando o Google Forms, cada aluno criou 10 perguntas para este Teste, 3 de HTML, 2 de CSS e 5 de JavaScript.
Depois de criados os teste de todos o professor irá juntar as 40 melhores perguntas e pô-las num teste que terá de ser resolvido pelos alunos da turma 12º2ª.


PT06 - Teste de Escolha Múltipla

Aprende e pratica programação com o teste de escolha múltipla de HTML, CSS e JavaScript!


No âmbito da PT06 foi elaborado um teste de escolha múltipla no Google Forms, de forma a testar os conhecimentos dos alunos. De todos os testes criados pelos alunos serão selecionadas 40 perguntas que irão avaliar os conhecimentos da turma ao longo de 40 minutos.

As perguntas são de escolha múltipla ou de preenchimento de valores/palavras em falta.

Agora só resta aprenderes e divertires-te! 

Teste de escolha múltipla

Tecnologias de impressão 3D



Tecnologias de impressão 3D


A impressão 3D é a possibilidade de criar objectos tridimensionais usando equipamentos (impressoras) e
diversos tipos de materiais para os imprimir (plásticos, metais, madeira, híbridos, etc).
Existem diversas técnicas de impressão 3D que podem ser classificadas de acordo com o processo usado para
a criação dos objectos 3D.

Imagem relacionada


A mais comum entre as impressoras mais baratas é a extrusão de material onde a matéria prima,
normalmente um fio de um material termosensível é derretido na deposição em camadas (processo aditivo)
até formar o objecto.
Processos que usam materiais fotosensíveis e que enrijecem quando submetidos à luz, ou o uso de lasers
para amolecer os materiais a depor, são alguns dos processos usados.
O uso de pó projectado ou camadas que são recortadas e coladas, são algumas das alternativas.
As tecnologias de impressão 3D têm vantagens e desvantagens sendo por isso usadas de forma diversa. As
impressoras que usam metais são geralmente as mais caras.


Imagem relacionada


Referências:


Mensagem em destaque

PT06 - O meu formulário

PT06 - O meu formulário Com a realização da PT06, criámos um formulário de 10 perguntas para serem selecionadas  e realizar uma compilaç...