sexta-feira, 27 de abril de 2018

Investigadores desenvolvem parede “inteligente”


da universidade Carnegie Mellon e da Disney Research descobriram uma forma de usar tinta com capacidades condutivas e elétrodos que permite identificar pessoas através de gestos e alterações na divisão em que se encontra.

Esta parede, Wall++, será capaz de ajustar o nível de iluminação dependendo da necessidade das pessoas que se encontram na divisão.


De acordo com NBC News o custo desta parede será 20 dólares por metro.

Este projeto ainda tem muito trabalho pela frente e ainda demorá algum tempo até chegar às casas das pessoas.

FONTES:




Quantas linhas de código tem a Google?

    Já alguma vez se perguntaram quantas linhas de código seria preciso escrever para criar um império on-line? Não? Bem, então pensem no extremo absoluto, a Google, um dos maiores gigantes da Internet.
    Os códigos que fazem nas aulas na maioria das vezes não passam das poucas dezenas de linhas. Raramente chegam à centena. E isso para nós já parece muito. Mas, francamente, os sites que criámos até são tremendamente simples, fazendo tarefas simples e muito diretas. A Google, por outro lado nem por isso. Aqui incluímos todos os serviços prestados pela empresa, Google Maps, Drive, Docs... Portanto daí vem a pergunta: Qual o tamanho do código? Ora a resposta é 2 mil milhões de linhas. Isso é um 2 com 9 zeros à frente! Ainda acham que os nossos programas são grandes? Este número é de facto ridiculamente grande (em comparação, o Facebook usa 60 milhões e a Windows 50 milhões) mas tal seria de esperar de uma empresa com um alcance global e uma panóplia de aplicações tão grande. Isto leva a algumas situações interessantes de pensar. Como se faz manutenção do código, por exemplo. Seria impossível modificar 10 milhões de linhas de código por dia, pelo que parte do código são bots que se tratam de fazer a manutenção de tudo o resto. Programadores salvos de uma dor de cabeça infinita... Para além disso, todas estas linhas estão espalhadas em 10 centros de dados e ocupam aproximadamente 85 terabytes de dados!
    O tamanho destas coisas é verdadeiramente impressionante mas há que pensar que são milhares de programadores a trabalhar nisto durante anos por isso não se assustem! Daqui a nada também já estarão a fazer coisas assim tão grandes, quem sabe...



No gráfico abaixo encontra-se uma comparação do tamanho de várias tecnologias populares. Imaginem só que o Facebook é aproximadamente 50 vezes mais pequeno do a Google!


Consultei os seguintes sites:

PES deixa de ter Liga dos Campeões e Liga Europa.

A parceria que juntava a Konami e a UEFA terminou deixando a licença das competições europeias disponível para a concorrência. 
No site oficial da UEFA, foi aniunciado o final de um contrato de 10 anos entre a KONAMI , pordutora do PES.
Não tem sido fácil para a Konami manter as licenças exclusivas, principalmente devido à forma como o seu concorrente directo, a Eletronic Arts Sports adquire e mantém de forma consistente o licenciamento oficial para diversas ligas e competições, entre elas a Liga NOS, a La Liga, a Bundesliga, a Premier League e o Campeonato do Mundo de Futebol.
Neste âmbito é de esperar que vejamos as competições europeias já no Fifa 19.


Notícia completa aqui.

quinta-feira, 26 de abril de 2018

O nascimento da edição de video

História da edição de vídeo
 
 
A partir do momento em que a televisão foi criada existiu a necessidade de encontrar um método que permitisse que o som e a imagem fossem retransmitidos noutros horários., nomeadamente nos Estados Unidos da América onde o fuso horário varia de estado para estado.
Inicialmente todos os programas eram transmitidos em direto e se existisse uma necessidade dos mesmos serem gravados ou armazenados, tinham que ser gravados em película. Porém a utilização do filme como suporte de registo era bastante dispendiosa e demorada. Após a sua captação, as imagens, tinham que ser reveladas num laboratório complexo, e uma vez revelado o filme este não poderia ser reutilizado (editado) no registo de outro acontecimento.
Foi assim que em 1956 a empresa Ampex (fabricante americana de equipamentos eletrônicos que foi muito popular com a invenção do videotape.) apresentou, na Associação de Radio Televisão, o primeiro gravador de videotape (videogravador).
Criado pela empresa Norte-Americana, as fitas de vídeo quadruplex foram as primeiras fitas de vídeo de sistema analógico que cumpriam as funções básicas para a retransmissão e emissão de televisão.
 

Após o sistema quadruplex, foi introduzido o registo magnético, este dispunha de dois métodos de gravação:  A longitudinal e a helicoidal.
  • O sistema longitudinal utilizava uma cabeça estática, gravando assim as faixas de dados em formato paralelo ao deslocamento da fita.
  • A tecnologia helicoidal utilizava cabeças rotativas que interligadas a um tampor que funcionava a elevadas rotações fazia a gravação de média no sentido diagonal ao da fita.
Dois anos após a introdução do registo magnético (1958) foi introduzida a edição de vídeo, tal como na montagem cinematográfica começou por ser uma edição física, este processo era algo muito complexo e dispendioso. A Imagem e o som eram gravados separadamente ou seja existiam grandes problemas com a sincronização. Posteriormente à década de 60 a Ampex introduziu, também, o processo de edição eletrónica, ainda hoje este processo é utilizado pelos editores de vídeo que respeitam a edição de vídeo linear.
Este processo é baseado na transcrição ordenada de sectores gravados numa fita original. Para que este tipo de edição seja possível é necessário um magnetoscópio reprodutor, um monitor para visualizar o material em bruto, um segundo magnetoscópio para selecionar o material pretendido, outro monitor para a visualização dos planos selecionados e, por fim, um controlador de edição para interligar todos estes equipamentos.
 
 

Storyboard de 15 filmes mundialmente famosos

Antes de partir para a ação, todas as ideias de construção de um filme passam pela produção de uma sequência de rascunhos, ilustrações ou imagens arranjadas em sequência com o propósito de pré-visualizar um filme, designadas por Storyboard.  

Deixo aqui 15 Storyboard de filmes que se tornaram posteriormente grandes êxitos do mundo do cinema.
E o Vento Levou

1 – E o vento levou (1939)
Diretor: Victor Fleming
Artista: William Cameron Menzies



Psicose

2 – Psicose (1960)
Diretor: Alfred Hitchcock
Artista: Saul Bass



Spartacus

3 – Spartacus (1960)
Diretor: Stanley Kubrick
Artista: Saul Bass



007 Contra a Chantagem Atômica

4 – 007 Contra a Chantagem Atômica (1965)
Diretor: Terence Young
Artista: desconhecido



A Noviça Rebelde

5 – A Noviça Rebelde (1965)
Diretor: Robert Wise
Artista: Maurice Zuberano



TubarãoTubarão_02Tubarão_03

6 – Tubarão (1975)
Diretor: Steven Spielberg
Artista: Joe Alves


Taxi Driver

7 – Taxi Driver (1976)
Diretor: Martin Scorsese
Artista: Martin Scorsese



Star WarsStar Wars_02Star Wars_03Star Wars_04

8 – Star Wars (1977)
Diretor: George Lucas
Artista: Joe Johnston



Apocalypse Now_01Apocalypse Now_02Apocalypse Now_03Apocalypse Now_04Apocalypse Now_05

9 – Apocalypse Now (1979)
Diretor: Frances Ford Coppola
Artista: Dean Tavoularis


Blade Runner

10 – Blade Runner (1982)
Diretor: Ridley Scott
Artista: Tom Cranham


Aliens_01Aliens_02Aliens_03Aliens_04Aliens_05

11 – Aliens (1986)
Diretor: James Cameron
Artistas: Roger Dear, Maciek Piotrowski, Denis Rich


Jurassic Park

12 – Jurassic Park (1993)
Diretor: Steven Spielberg
Artista: David Lowery


Spiderman 2

13 – Spiderman 2 (2004)
Diretor: Sam Raimi
Artista: Chris Buchinsky


Onde os Fracos não Têm Vez - 01Onde os Fracos não Têm Vez - 02Onde os Fracos não Têm Vez - 03

14 – Onde os Fracos não Têm Vez (2007)
Diretor: Joel and Ethan Coen
Artista: J. Todd Anderson


Inception

15 – A Origem (2010)
Diretor: Christopher Nolan
Artista: Gabriel Hardman

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Tipografia Cinética

Tipografia Cinética significa "texto em movimento", e é um tipo de animação que usa texto como principal forma de expressão e comunicação.

É muito usado em vídeos com as letras a correr ao ritmo da música.

Costumo, na maioria das vezes, ouvir música no Youtube acompanhada da letra. Eis um exemplo:

Vídeo 1

Consultei o seguinte site:_(https://pt.wikipedia.org/wiki/Tipografia_cin%C3%A9tica)_no dia 16/04/18.


Correção ortográfica e sintática: Anastasiia Kolesnyk

Adobe After Effects

Adobe After Effects, que é um dos programas de Adobe Systems, permite criar gráficos com movimento e [diversos] efeitos visuais.

É muito usado em pós-produção de vídeo, filmes, DVDs, etc.

Seria o programa ideal para trabalhar a tipografia cinética (vou explicar noutro post), mas em vez deste vamos usar o Adobe Premiere. Não sei porquê, tenho mais curiosidade em conhecer o Adobe After Effects do que o Premiere.

Resultado de imagem para adobe after effects
Imagem 1

Consultei o seguinte site:_(https://g.co/kgs/nqS9HX)_ no dia 16/04/18.



Correção ortográfica e sintática: Anastasiia Kolesnyk

Lisboa disponibiliza frota de 150 carros elétricos para alugar

A emov arrancou hoje a sua experiência na capital portuguesa, depois de ter sido implementada em Madrid, onde foi um sucesso. Fernando Medina garantiu que vão ser criados parques de estacionamentos para a frota

A emov, um serviço de carsharing 100% elétrico, foi esta quarta-feira inaugurado em Lisboa. Composto por uma frota inicial de 150 Citroën C-Zero de 4 lugares e 5 portas, estes veículos podem ser alugados por 0,21 cêntimos por minuto.

Um passo na direção da mobilidade sustentável que o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, elogia. "Esta é uma iniciativa bem-vinda e de que a cidade precisa." O autarca esteve presente no lançamento do projeto, que aconteceu no Largo do Município, onde anunciou também "a disponibilidade para criar bolsas de estacionamento dedicado para carros elétricos partilhados".


Lisboa é a segunda cidade europeia a acolher este sistema de carsharing assente na modalidade defree floating. Madrid foi a primeira a integrar este sistema de circulação, onde está a ser um sucesso. Conta com mais de 170.000 utilizadores.


Para Fernando Izquierdo, diretor geral da emov, esta "chega a Lisboa com o objetivo de se converter num novo ícone da cidade. Estamos certos de que a nossa frota, composta inone da cidade. Estamos certos de que a nossa frota, composta inicialmente por 150 veículos 100% elétricos terá um acolhimento muito favorável entre os cidadãos".


Como funciona a emov


Carsharing em regime free floating significa que os utilizadores podem aceder, através dos seus smartphones, a qualquer veículo emov estacionado nas ruas de Lisboa. Entre as vantagens do serviço incluem-se a possibilidade de os estacionar no centro da cidade, em áreas de estacionamento reguladas sem ter que pagar por isso.


O único custo é o do aluguer da viatura, que será de 0,21 euros por minuto. A título de exemplo, uma utilização de 12 minutos teria um preço de 2,52 euros. Uma tarifa diária de 63 euros é proposta para utilizações prolongadas (utilização superior a 5 horas/dia).


Tudo o que precisa para aceder a esta frota é inscrever-se na app emov, que será gratuita até 31 de maio mediante a utilização do código "Lisboa20". Com a criação do login ser-lhe-á oferecido, também, 20 minutos de utilização do serviço.


O utilizador não paga nada até que comece a utilizar o veículo e pode reservá-lo sem custos até 20 minutos antes do início dessa utilização. Para além disso, é esta aplicação que permite abrir e fechar as viaturas de forma rápida e fácil.

75% dos lisboetas consideram utilizar o carsharing

Num estudo conduzido pela emov, 75% dos habitantes de Lisboa consideram a hipótese de utilizar serviços de carsharing. As principais razões para fazê-lo são a redução de custos (21%), dispor de uma alternativa à viatura própria (19%) e a facilidade e rapidez de utilização (13%). As situações em que mais utilizariam o serviço seriam viagens de e para o aeroporto (32%), viagens/férias (22%), saídas noturnas (19%) e em alternativa à própria viatura (16%).


Lançado em Madrid, em dezembro de 2016, o serviço emov regista uma elevada aceitação, com 97% dos clientes frequentes a recomendarem a utilização do serviço.

Projeto de lei da UE obriga empresas de tecnologia a entregar dados de usuários à polícia.

BRUXELAS - Empresas de tecnologia, como o Google, Microsoft e Facebook, serão obrigados a entregar dados de usuários às autoridades policiais europeias, mesmo quando as informações estiverem armazenadas em servidores fora do bloco, de acordo com uma lei proposta pela União Europeia nesta terça-feira.
A lei permitirá que promotores europeus obriguem as empresas a entregar dados como e-mails, mensagens de texto e fotos armazenadas online em outro país, em até 10 dias ou até seis horas em casos urgentes.
O órgão executivo da UE disse que a lei proposta, que se aplicaria aos dados armazenados dentro e fora do bloco, é necessária porque os atuais procedimentos legais entre os países obterem tais evidências eletrônicas podem se arrastar por meses.
"A evidência eletrônica é cada vez mais importante em processos criminais", disse o vice-presidente da Comissão Europeia, Frans Timmermans.
"Não podemos permitir que criminosos e terroristas explorem tecnologias de comunicação modernas e eletrônicas para esconder suas ações criminosas e escapar da justiça."

As fronteiras digitais são um problema global crescente em uma era em que as grandes empresas operam as chamadas redes em nuvem com centros de dados gigantes, o que significa que os dados de um indivíduo podem residir em qualquer lugar.
As empresas de tecnologia se veem divididas entre proteger a privacidade dos consumidores e, ao mesmo tempo, cooperar com as autoridades. A pressão política se intensificou após ataques inspirados por islamitas em toda a Europa nos últimos anos.
Os Estados Unidos se mexeram recentemente para resolver o mesmo problema, ao aprovar uma lei que deixa claro que os juízes norte-americanos podem emitir mandados de busca de dados mantidos no exterior, ao mesmo tempo em que oferecem às empresas uma possibilidade de contestação se a solicitação entrar em conflito com a lei estrangeira.

Daisy, o novo robô da Apple para desmontar iPhone's

       A Apple divulgou a nova máquina para desmontar os seus smartphones e reciclar componentes. Apelidada de Daisy, vai substituir o Liam e consegue recuperar peças de 200 iPhone por hora.
       Esta máquina consegue desmontar nove modelos de iPhone e até 200 dispositivos por hora. A Daisy foi divulgada esta quinta-feira em antecipação da celebração do Dia da Terra (22 de Abril).
       A empresa, em comunicado, afirma que a máquina consegue recuperar componentes que outros aparelhos de reciclagem não conseguem “e com melhor qualidade”.
       A empresa divulga no mesmo comunicado que, por cada dispositivo da Apple que for devolvido à empresa, através do programa “GiveBack”, vai fazer um donativo à Conservation International, uma organização não governamental norte-americana que defende o ambiente.

O potencial do reconhecimento facial para a facilitação de pagamentos

  Atualmente, é frequente ouvir-se falar do progresso das tecnologias de reconhecimento facial, e como elas podem vir a mudar o mundo para melhor, e para pior.
  Uma nova aplicação desta tecnologia, que permite que seja usada para realizar pagamentos de bilhetes de comboio no Reino Unido, já está a ser testada.
  No futuro, pode vir a ser possível pagar em muitos mais sítios, como por exemplo num supermercado ou numa outra loja apenas olhando para uma câmera.
  Para quem pensa que o reconhecimento facial artificial ainda está muito subdesenvolvido, e que pode ser facilmente enganado, deve ver o vídeo na lista das fontes em baixo.


Fontes:

Alguns utilizadores do Gmail receberam spam de eles próprios

  Há poucos dias, vários de utilizadores do serviço de email da Google, o Gmail, reportaram ter recebido spam na sua caixa de entrada que aparentava ter sido enviado da sua própria conta, apesar de estar protegida com palavra-passe.
  A Google afirma estar a resolver o problema.


Fontes:

Chegou ao fim o Windows Mobile.

A Microsoft pretende parar com a produção de Windows Phone. Não vão existir mais desenvolvimentos e o sistema está terminado.
Não se sabe o porquê do fim do Windows Mobile. A Microsoft decidiu terminar o seu desenvolvimento e mantém apenas o suporte mínimo, também este com data de fim anunciada.
A loja da Microsoft deixou de ter smartphones Windows Mobile disponível, embora continue a vender  telemóveis Android.



Notícia completa aqui.

terça-feira, 24 de abril de 2018

Os 6 melhores programas de edição de video

Muitas vezes, precisa de recursos, ferramentas e técnicas que não podem ser encontrados e realizados através dos programas de edição mais comuns. Nesse momento, deve investir num software profissional, que seja capaz de atender a todas as suas demandas com qualidade total e sem complicação.
 
 
Adobe Premiere

 

O Premiere é conhecido por ser um programa robusto e completo que oferece diferentes recursos de edição para seus vídeos.
Ele pode ser bastante complicado de utilizar a princípio, mas com um pouco de estudo, vai se acostumando aos seus atalhos, recursos e tudo mais.
O Premiere pode ser utilizado tanto no PC quanto no Mac.
Resultado de imagem para premiere
 
 
 
Sony Vegas
 
O Sony Vegas é um programa profissional para edição de vídeo, que oferece recursos para criar desde vídeos simples a produções dignas de Hollywood.
Como um programa completo e robusto, ele pode ser complicado de decifrar a princípio, mas é bem tranquilo quando pegar alguma prática.
Resultado de imagem para sony vegas
 
Final Cut
 
O Final Cut também é uma ferramenta profissional, exclusiva para Mac, que conta com diversos recursos de edição para deixar seus filmes profissionais.
Comparado com o Premiere e o Sony Vegas, o Final Cut possui uma interface mais simples e intuitiva, mas, tecnicamente, está bem equilibrado com os dois, sendo usado também em grandes produções.
Resultado de imagem para final cut
 
 
HitFilm Express
 
O HitFilm Express é um software de nível profissional que pode ser uma boa alternativa ao popular Premiere, apesar de um pouco menos completo. O HitFilm oferece muitos recursos em termos de edição e ainda possibilita que o usuário instale plug-ins com novas ferramentas.
O software pode ser utilizado de forma gratuita, mas em troca, pede que o usuário faça uma publicação automática sobre o produto em suas redes sociais.
Resultado de imagem para hitfilm express
 
 
DaVinci Resolve
 
O DaVinci Resolve é um programa de edição de vídeo gratuito e muito similar às versões pagas DaVince Resolve Studio e Advanced. Ele também oferece mais recursos, como um software profissional e pode intimidar usuários sem muita experiência por sua interface pouco intuitiva e comandos mais complexos.
Um dos destaques do DaVince Resolve 12 é quanto a correção de cor, para a qual o software apresenta uma solução bem completa.
Resultado de imagem para davinci resolve
 
 
 
 

TOP 50 IDEs

Existem vários IDE's (Integrated Developer Environments), mas qual devemos usar? Não existe o "melhor" IDE pois depende de muitos fatores, como por exemplo as linguagens que suporta, a integração com o github e até mesmo a preferência pessoal.
Encontrei uma lista com o Top 50 IDE's de 2017, segundo o site stackify, que pode ser útil na escolha do IDE.



Fonte: https://stackify.com/top-integrated-developer-environments-ides/ 24/04/2018

Mensagem em destaque

Python - News

NESTA PUBLICAÇÃO NÃO IREI ENSINAR NENHUM CONCEITO NOVO EM PYTHON, MAS SIM ACTUALIZAR OS MEUS LEITORES SOBRE UMA NOVIDADE RECENTE! O G...