sábado, 1 de junho de 2019

O sol artificial mais poderoso do mundo

Synlight, uma matriz de três andares e 350kW de 149 refletores cônicos que envolvem lâmpadas de arco curto de xenônio, pode gerar 10 mil vezes a luz da radiação solar na superfície da Terra.

O projeto do Centro Aeroespacial Alemão, de 3,5 milhões de euros, que fica em uma câmara de radiação protectora em Jülich, explorará a produção de combustível renovável extraindo hidrogénio do vapor de água. "Tornar a electricidade renovável já foi feito", explica o director de pesquisa Bernhard Hoffschmidt. "Mas, no futuro, haverá muitas aplicações para combustíveis que não podem ser substituídos por baterias".

Um exemplo é viajar. O peso actual da bateria e a densidade de energia são incompatíveis com o vôo, enquanto o hidrogénio é leve e limpo. A matriz começou a funcionar em março de 2017 e a Hoffschmidt espera que seja um precursor de um sistema que possa amplificar a luz do Sol de maneira neutra em relação ao carbono. "Synlight é apenas um laboratório muito grande", diz ele. "No futuro, essa produção de hidrogénio deve ser feita com espelhos concentrando a luz natural do sol".



Sites consultados:

sexta-feira, 31 de maio de 2019

iPadOS, um sistema operativo específico para para iPad


A Apple mostrou na WWDC o iPadOS, uma versão do sistema operativo móvel que foi desenhada para funcionar de forma otimizada em aparelhos com ecrãs grande, como os iPads.


Apple preparou uma versão do iOS otimizada para mostrar melhor os conteúdos e janelas nos iPads com ecrã grande. Para começar, o iPadOS tem um botão Home redesenhado e que mostra mais aplicações por cada página. A Split View permite aos utilizadores trabalhar com janelas abertas lado a lado e foi melhorada para poder ter dois ficheiros do mesmo tipo abertos ao mesmo tempo, na mesma aplicação, por exemplo, dois e-mails abertos no Mail ou duas notas no Notes, por exemplo. O Slide Over permite alternar rapidamente entre apps e a App Exposé mostra uma visualização de todas as janelas abertas.
Resultado de imagem para ipados
Por ser indicada para iPads, a versão iPadOS melhora a integração do Apple Pencil e a empresa anunciou ter reduzido a latência para nove milissegundo.

Entre outras atualizações, a Apple adicionou o suporte para a iCloud Drive, novos gestos para cortar, copiar, colar e desfazer, Dark Mode, fontes personalizadas, teclado flutuante e novas versões das apps Maps e Photos.

O iPadOS vai estar disponível no Apple Developer Program agora e deve chegar em fase beta ao público mais para o final do mês, com a versão final a estar prometida para o outono.


PT07 Climate Change

Nesta proposta de trabalho utilizamos o software de edição Adobe Premiere Pro, para editar-mos clipes por nos gravados, devido a algumas grandes dificuldades no processo tive de mudar de tema do projeto e decidi deixar convosco um assunto bastante importante,
Saibam mais no video abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=YCcmZ3TA86A

quinta-feira, 30 de maio de 2019

PT07 - Como fazer um cheesecake de morango

 Neste PT, para aprendermos a utilizer o Adobe Prémiere foi-nos pedido para gravar vários clips para depois incorporar tudo com edição, para criar uma curta metragem.
 Em baixo podem ver o vídeo, espero que gostem.
 Adeus.

PT07 Na Cozinha Com os Chefs

Nesta proposta de trabalho de objectivo aprender a utilizar o Adobe Premiere, o nosso grupo fez um vídeo tutorial de como fazer Caril de Camarão e um Gelado de Oreo, de seguida irá estar o video, espero que gostem.



PT07 - Entrevista a um jogador profissional de CSGO

PT07

Foi-nos pedido, no âmbito da disciplina de Aplicações Informáticas B, um vídeo de tema livre, mas com aprovação do Prof. Neste trabalho foram utilizados, um telemóvel para gravar, um tripé e cenários criados por mim. Aqui segue o link para o produto final do meu projeto:

Quanta memória RAM é precisa para edição de vídeo?

É muito importante ter RAM suficiente para que os nossos projetos ativos caibam todos. Porquê? Porque se não o tivermos o sistema operativo vai começar a enviar dados para o SSD ou para o disco rígido e como a memória RAM é (no geral) 10 vezes mais rápida que memória SSD e 50 vezes mais rápida que um disco rígido, o computador vai ficar lento e mais difícil e frustrante de trabalhar nele.

Como tudo, a memória RAM necessária para a edição de vídeo varia consoante a nossa utilização e que tipos de projetos nós estamos a pensar fazer.
Outro aspeto muito importante que vai condicionar a quantidade de RAM que precisamos são o número de projetos e programas a correr que vamos ter em simultâneo, tendo isto em conta estas são as quantidades de RAM aconselhadas:
  • 8GB - é suficiente para editar projetos pequenos com vídeos até 1080p e se não nos importarmos de fechar outros programas enquanto editamos.
  • 16GB - bom para editar vídeos de 1080p até 4K com um uso mínimo de programas em segundo plano.
  • 32GB - bom para qualquer tipo de edição de vídeo pesado como editar imagens grandes no Photoshop.
  • 64GB ou mais - recomendado só se editarmos vídeo em 8K e tivermos de ter programas pesados como Photoshop, After Effects e Cinema 4D a correr ao mesmo tempo.
É importante também salientar que dependendo da quantidade de RAM que temos no nosso computador também assim vai diminuir o tempo do "render" do nosso vídeo.
Com o preço da memória RAM a baixar cada vez mais é talvez aconselhável utilizarmos um pouco mais do que pensamos utilizar para termos um computador "à prova de tempo"!


Consultei o site cgdirector.com/ram-video-editing/ no dia 30/05/2019

PT07: Na cozinha com os chefes

Aqui está o meu vídeo em grupo:´


https://www.youtube.com/watch?v=7Fr1Rctu2Z0&list=PLy-0kr7V3YTmH2v93zWh9HiOUOGt-YbtD&index=5

quarta-feira, 29 de maio de 2019

5 dicas para um projeto amador em Stop Motion

Animação em stop motion embora possa parecer simples, pode facilmente complicar-se devido à nossa experiência e ao equipamento que nos está disponível por isso é importante ter certas coisas em mente para que possamos evitar complicações nos nossos projetos.

Aqui estão 5 dicas essenciais para qualquer projeto amador de stop motion, tendo em conta a experiência e o equipamento disponível:
  • Faz um projeto simples - às vezes podemos querer fazer algo complicado mas é melhor mantermo-nos fiéis àquilo que precisamos e aquilo que é essencial para a história, isso não vai baixar a qualidade do projeto.
  • Escolhe o software certo - escolhe um programa que facilite o processo de criação da animação (alguma coisa com funcionalidades como o "onion skin", alguma coisa indicada para stop motion), claro que é possível tirar fotografias e juntá-las num programa como o Adobe Premier, mas não é tão conveniente.
  • Tira sempre uma fotografia ao background - uma fotografia apenas com o fundo (sem qualquer acessório) dá sempre imenso jeito e é essencial para "esconder" coisas acessórias: podemos substituir essa parte do frame com parte da fotografia do background.
  • Processa o vídeo enquanto animas - é importante ir dando uma vista de olhos ao projeto à medida que tiramos fotografias para evitar ter de refazer tudo no fim de acharmos que o trabalho com a camera está acabado. Esta dica é especialmente importante para projetos mais longos.
  • Dá vida ao filme - a sensação de movimento é o objetivo da animação e stop motion não é uma excessão, assim é muito importante manter as coisas em movimento e dar vida aos nossos objetos para que esta sensação de movimento seja reforçada.



Consultei o site nofilmschool.com/2016/06/stop-motion-animation-tips no dia 29/05/2019

PT07 - Projeto Multimédia

Conclui o meu PT07 de título "O Lixo". O objetivo era elaborar um vídeo sobre um tema à escolha, editando as filmagens e compondo o vídeo no Adobe Premiere. Eu escolhi a poluição, mais especificamente o lixo, e pretendi demonstrar que este problema não existe apenas em países em desenvolvimento, mas também em Portugal. Assim, foquei-me em Benfica, zona onde moro, e na sua realidade. Gostei muito de fazer este projeto e acho que o resultado final está muito interessante. Assim, inclui neste post o link direto para o vídeo no youtube:

terça-feira, 28 de maio de 2019

PT07 - Documentário - "A Summer in a Lifetime"


PT07 - Documentário - "A Summer in a Lifetime"


Este documentário é sobre um Verão bem passado, entre desportos radicais e amigos.

Foi um desafio sincronizar e introduzir o som e editar a imagem, tendo dado bastante trabalho.

Foram usados vários equipamentos e software: iPhone 7 (para fotografar no Stop Motion), app Stop Motion (para criar a parte em Stop Motion), Premiere no PC para editar o video.




Referência:

https://youtu.be/U-meMWQnykM




PT07 - projeto multimédia


    O vídeo que criei é sobre a esgrima, e os atletas que praticam este desporto. Desta forma o vídeo faz uma pequena introdução ao desporto explicando resumidamente as três armas, e explora a razão que faz os atletas continuar depois de perderem competições.
Para quem tiver interesse em ver o vídeo deixo-o em baixo.



Fonte: https://youtu.be/-joKSCOZfFQ

KLM investe em Flying-V, um avião onde os passageiros sentam-se dentro das asas




A holandesa KLM investiu num projeto onde investigadores da Universidade Técnica de Berlim e da Universidade de Tecnologia Delft, na Holanda, pretendem criar um avião com um formato insólito, onde os passageiros sentam-se dentro das asas.


Flying-V deve demorar ainda 20 a 30 anos a cruzar os céus, mas os investigadores estão já a trabalhar no conceito e receberam um investimento por parte da KLM. O design em forma de V permite que os passageiros possam viajar sentados dentro das asas e garante ainda ganhos ao nível do consumo de combustível. Este formato alegadamente precisa de menos 20% de combustível face ao Airbus A350-900 para o mesmo número de passageiros. Em termos de envergadura de asa, este modelo vai ter os mesmos 65 metros do A350 pelo que podem ser usadas as estruturas de aeroporto já existentes, explica o BoingBoing.

Roelof Vos, que lidera este projeto do lado da UT Delft, lembra que «a aviação contribui com 2,5% das emissões globais de CO2 e a indústria ainda está a crescer, pelo que temos mesmo de olhar para modelos de aviões mais sustentáveis».

O Flying-v é uma proposta onde são feitas algumas sinergias entre a fuselagem e as asas, com a primeira a contribuir para a elevação da aeronave.

PT07 A day in my Lego - The Last hug


02:02 (há 4 minutos)
Ja acabei o meu vídeo Stop Motion "A day in my lego - The last hug" 
Espero que gostem :)


https://www.youtube.com/watch?v=2zlVWAIMDQI

Obrigado!

PT07 - Vídeo Documentário "Ginástica"

Este projeto consiste numa apresentação do desporto que é a ginástica rítmica de representação, sendo protagonizado pela minha treinadora Susana e pela classe a que eu pertenço: Silhuetas.

Para a realização deste projeto foram feitas filmagens durante aproximadamente 3 semanas de todo o ambiente da ginástica: treinos, saraus, estética, etc...;

Os materiais utilizados para as filmagens foram unicamente uma Canon EOS 700D e alguns clips de vídeo de anos anteriores gravados com telemóveis diversos. Para a edição foi usado o Adobe Premiere Pro CC 2017.

Este é um tema que me é muito querido e isso deu-me a motivação para realizar o meu trabalho com alma e carinho, portanto espero que gostem e que se imerjam no ambiente da ginástica de representação com este vídeo documentário!




segunda-feira, 27 de maio de 2019

PT07 - "Papyrus"

Para esta proposta de trabalho, eu e o Tomas Philippart decidimos fazer um short film, "Papyrus", de comédia e ação.


Sinopse:

Após Tomás se aperceber que a fonte do filme Avatar é a fonte Papyrus, uma fonte básica e infantil do Windows, começa a ter pesadelos e procura o designer responsável por esta atrocidade.

Equipamento utilizado:

Câmeras
Canon EOS 550D
iPhone 8 Plus

Áudio
Blue Snowball
Microfone Interno do iPhone

Programas
Adobe Premiere Pro CC 2018
AnimaShooter Pioneer
Audacity



Este projeto foi desenvolvido em Adobe Premiere CC 2018.


PT07 - "Papyrus"

Para esta proposta de trabalho, eu e o Tiago Garcia decidimos fazer um short film, "Papyrus", de comédia e ação.

Sinopse:

Após Tomás se aperceber que a fonte do filme Avatar é a fonte Papyrus, uma fonte básica e infantil do Windows, começa a ter pesadelos e procura o designer responsável por esta atrocidade.

Equipamento utilizado:

Câmeras
Canon EOS 550D
iPhone 8 Plus

Áudio
Blue Snowball
Microfone Interno do iPhone

Programas
Adobe Premiere Pro CC 2018
AnimaShooter Pioneer
Audacity



Este projeto foi desenvolvido em Adobe Premiere CC 2018.




Esperemos que gostem do nosso filme!
Obrigado.


domingo, 26 de maio de 2019

Girls Who Code

Girls Who Code é uma organização sem fins lucrativos que visa apoiar e aumentar o número de mulheres na ciência da computação. A organização está a trabalhar para fechar a diferença de emprego de género na tecnologia e mudar a imagem de como um programador se parece. Eles têm um programa de imersão de verão de 7 semanas, um programa especializado de duas semanas no campus, depois de clubes da escola e uma série de best-sellers de 13 livros do New York Times. O objetivo é inspirar, educar e equipar as mulheres jovens com as habilidades de computação para que elas possam encontrar oportunidades no século XXI.



A organização Girls Who Code foi fundada por Reshma Saujani em 2012, que surgiu com a ideia de criar a organização durante a sua candidatura ao Congresso dos Estados Unidos ao perceber que as escolas ao longo da sua campanha não tinham alunas em salas de informática. A organização executa programas durante o ano letivo ensinando habilidades de computação a meninas do ensino médio, como programação, robótica e web design, com sessões incluindo projetos e viagens a empresas como Twitter e Facebook. Existem agora mais de 1500 clubes Girls Who Code em toda a América, com a organização com o objetivo de ensinar um milhão de raparigas a codificar até 2020. Em dezembro de 2014, três mil estudantes tinham completado um programa Girls Who Code, 95% dos quais seguiram ciências da computação na universidade.



 
A partir de 2015, apenas 18% dos graduados em ciências da computação são mulheres. A fundadora do Girls Who Code, Reshma Saujani, acredita que as meninas são criadas para "serem perfeitas" enquanto os meninos são criados para "serem corajosos". Reshma Saujani participou numa palestra no TED onde falou sobre as consequências que as raparigas enfrentam no seu futuro, caso não comecem a correr riscos. Ela fala da indústria da tecnologia e como ela acha que há uma tendência para as mulheres na indústria. A empresa anunciou que em 2016 a organização sem fins lucrativos estará se expandindo para todos os 50 estados - tornando-se o maior programa de computação para raparigas nos Estados Unidos. Em agosto de 2017, a organização sem fins lucrativos lançou uma série de 13 livros com a Penguin Random House, incluindo um livro de não-ficção, "Girls Who Code: aprenda a codificar e mudar o mundo", e vários livros de ficção. Na primavera de 2018, o Girls Who Code terá alcançado mais de 50.000 raparigas com os seus programas de educação em ciência da computação.


Sites consultados:

Videvo

O Videvo é um serviço de clipes de vídeo que oferece clipes de alta qualidade, em full HD e 4K, para uso livre de royalties (quantia paga ao titular da patente pelo uso da mesma. Por exemplo, a um autor ou compositor por cada cópia de um livro vendido ou por cada apresentação pública de uma obra). Uma alta porção dos clipes é gratuita, mas é necessária uma assinatura para aceder aos clipes premium. A qualidade dos clipes é muito alta e a interface através da qual se acede aos mesmo é muito bem projetada e limpa.

Embora os clipes não contenham direitos autorais, o que significa que não se precisa de pagar royalties sempre que os usamos, a maioria exige atribuição se se for um utilizador livre. Atribuição significa que se deve creditar o Videvo em geral ou o criador especificamente, dependendo da licença do clipe individual. No entanto, os utilizadores premium podem renunciar à atribuição e ver o clipe como "royalty free" e não precisam de atribuição. 


Prós e contras

O Videvo é um serviço híbrido, diferente de quase todos os outros em que podemos pensar, pois ele oferece clipes gratuitos e premium. Podemos navegar pelo site e ver e baixar um monte de clipes grátis e usá-los nos nossos vídeos. Obviamente, temos que obedecer aos termos de uso e atribuir o crédito ao criador quando os usamos, mas o uso geralmente é gratuito e não é necessário login.

As únicas desvantagens para o serviço que podemos ver é que, no momento, há uma quantidade limitada de clipes no site. Há muitos clipes, mais de 20 mil, mas, para alguns assuntos de pesquisa mais específicos, os resultados são limitados.






Sites consultados:

PT07 - 10 Anos de Música

Para a PT07 decidi contar a história da minha viagem que começou em 2009 e que está agora a chegar ao fim... É o meu percurso desde que comecei a aprender piano até aos dias de hoje.

Escolhi este tema porque representa uma parte da minha vida que para mim foi muito importante no meu crescimento e na minha opinião não ha ninguém melhor para contar esta história do que eu, pois fui eu que a vivi.

Para o vídeo utilizei várias coisas relacionadas com o que já fizemos durante este ano em AIB. Por exemplo, utilizei o PhotoShop, utilizei fotografias que tinham sido tiradas para a PT02, utilizei o ScreenCastify, utilizei um clip da nossa visita de estudo ao Instituto Superior Técnico, etc...

Deixo aqui o link direto para o meu vídeo: https://youtu.be/IpfOeMVvkso



Espero que gostem do vídeo!

Web Scraping e Web Crawling



Web Scraping e Web Crawling

Resultado de imagem para o que são os crawlers
“Web Scraping” é um termo que se usa para designar os programas que extraem dados e informação de
páginas web de forma automática, podendo depois ser armazenada em bases de dados. Essas informações
podem ser usadas para criar outro site ou para análise de dados.
“Web Crawling” é um termo que se usa para designar os programas que descarregam uma página web,
extraem os links dessa página para os seguir. Este processo é conhecido também como indexação, pois é
usado para indexar páginas web e muito usado pelos crawlers ou bots dos motores de busca.
Para criar estes crawlers e scrapers podem ser usadas bibliotecas como o Scrapy, Ghost, lxml, aiohttp ou
Selenium, geralmente escritos em Python.
Esta extração de informação automática é normalmente legal, embora se esta for feita com intenção
maliciosa ou danosa, como extrair dados para prejudicar uma empresa, então será considerada ilegal.
Há muitas áreas cinzentas relativamente ao que se pode ou não fazer usando estas ferramentas.


Referências:

Segurança em Sistemas de Informação



Segurança em Sistemas de Informação

Resultado de imagem para systems security
Hoje em dia existem cada vez mais ameaças de segurança a sistemas de informação, desde o computador
doméstico aos sistemas de controle de tráfego aéreo. Como cada vez dependemos mais de sistemas de
informação para que a nossa sociedade funcione, torna-se fundamental desenvolver continuamente sistemas
e procedimentos, de proteção.
Os principais objectivos de um sistema de segurança é garantir:
- A integridade do sistema
- A sua privacidade
- A sua disponibilidade
Os sistemas de proteção dividem-se genericamente em três zonas de atuação:
- Controlo de acessos
- Proteção de dados/informação
- Deteção de quebras de segurança e a sua documentação
Para esse efeito existe uma panóplia de ferramentas de hardware e software para proteger os cada vez mais
importantes sistemas de informação das organizações.
- Firewalls – normalmente composta por software e hardware e fica entre o computador/sistema e a rede
exterior, estabelecendo regras de acesso ao sistema de quem vem de fora e regras de acesso ao exterior de
quem está dentro.
- Encriptação – para proteger por exemplo o acesso indevido a dados, estes muitas vezes são encriptados e
protegidos por uma password
- Anti Virus, Anti Spyware, Anti Malware, Anti Spamware, e muitos outros softwares específicos que
combatem tipos de ataques maliciosos.
- Mecanismos de autenticação – passwords, biometria, tokens digitais, etc – criam barreiras de acesso a
sistemas e informação.
- IDS – Intrusion Detection System – são sistemas que detectam prováveis ataques a sistemas e registo logs e
percursos de modo a ser possível realizar auditorias e lançar alertas.
As medidas de defesa não são apenas preventivas e passivas, podem ser também reactivas, usando um
designado plano de resposta a incidente (Incident response planning).

Referência:

O “Gossip Protocol” e Hashgraph


O “Gossip Protocol” e Hashgraph



https://cdn-images-1.medium.com/max/1600/1*LTwVMAiBZBtgzdJp3fjhaA.png


O “gossip protocol” é um procedimento usado em redes “peer to peer”, baseado na forma como as
epidemias se propagam.
Estes protocolos têm sido usados, por exemplo, para manter a coerência de bases de dados distribuídas,
contar nós numa rede de dimensão desconhecida, disseminar notícias de forma robusta, organizar nós de
acordo com uma política de estruturação, etc.
Mais recentemente foi desenvolvido um mecanismo para geração de consenso em sistemas de registo
distribuídos (ledger), chamado de Hashgraph, que ao usar os conceitos do “gossip” (e o Gossip about gossip)
é particularmente mais eficiente e barato que os sistemas baseados no PoW (Proof of Work), uma vez que
não envia os votos ou outros detalhes através da rede.
Cada um dos participantes envia os detalhes das transações a outros membros, prevendo ao mesmo tempo o
que os outros membros sabem com base nas suas informações. Constitui uma votação virtual uma vez que
os membros não enviam os votos uns aos outros, apenas os detalhes da transação.
Esta aproximação permite, de forma assíncrona, ser rápido, ter um baixo custo e eliminar as ameaças de
parceiros dominantes (como existe no PoW), sem possibilidades de fraude ou falhas.


Referências:




Iluminação num vídeo


Uma das componentes mais importantes na filmagem de um vídeo é a iluminação, uma vez que esta define o que se vê.
Assim deixo em baixo um vídeo, que achei que explica e ajuda a conseguir melhor iluminação nos vídeos.


PT07 - "Estação Meteorológica - Arduino"

Quantas vezes já saíste de casa com roupa a menos ou a mais? Não quero acreditar que sou só eu! Com o intuito de resolver este problema resolvi fazer uma estação meteorológica em Arduino como o meu projeto para a proposta de trabalho 7, a última PT deste ano letivo em AIB.

Este simples projeto que desenvolvi, baseado no projeto do Axel Auvinen, foi feito com visão à resolução deste problema de sair de casa com roupa desadequada à temperatura e foi uma ideia que me ocorreu bastante facilmente depois do professor ter sugerido um projeto Arduino como projeto para a realização do PT07.
Uma estação meteorológica é um aparelho que recolhe e mede dados para a análise do tempo e neste caso, resolvi fazer um aparelho que mede a temperatura. Para a montagem desta estação muito simples são precisos apenas 7 coisas:
  • 1 placa Arduino
  • 1 sensor de temperatura TMP36
  • 1 reóstato
  • 1 breadboard
  • Alguns jumpers
  • 1 pilha de 9 Volts
  • 1 display LCD
O programa corrido pela placa Arduino é também bastante simples e simplesmente lê os resultados medidos pelo sensor de temperatura e após algumas contas transforma-os em graus Celsius. Depois apenas envia os resultados para o LCD para que possamos ver a temperatura.
Deixo aqui o vídeo tutorial que realizei para o PT07 e espero que consigam resolver este problema tal como eu o fiz!


Produto final PT07, João Diniz

Mensagem em destaque

Python - News

NESTA PUBLICAÇÃO NÃO IREI ENSINAR NENHUM CONCEITO NOVO EM PYTHON, MAS SIM ACTUALIZAR OS MEUS LEITORES SOBRE UMA NOVIDADE RECENTE! O G...