sábado, 23 de março de 2019

Harvard descobre controlo de DNA que permite regenerar o corpo inteiro

Os seres humanos podem um dia ter a capacidade de regenerar membros depois que cientistas da Universidade de Harvard descobriram a mudança do DNA que controla os genes para a regeneração de todo o corpo. 


A piece of non-coding DNA may hold the key to how humans could regenerate body parts Alguns animais podem realizar proezas extraordinárias de regeneração, como as salamandras que crescem nas patas traseiras, ou lagartixas que podem lançar as suas caudas para escapar de predadores e depois formar novos em apenas dois meses.

Os vermes planarianos, a água-viva e as anémonas do mar vão ainda mais longe, na verdade regeneram os seus corpos inteiros depois de serem cortados ao meio. Agora os cientistas descobriram que nos vermes, uma seção de DNA não codificante ou de "lixo" controla a ativação de um "gene de controle mestre" chamado EGR (early growth response), que age como um interruptor de energia, ligando ou desligando a regeneração. "Fomos capazes de diminuir a atividade deste gene e descobrimos que, se você não tem EGR, nada acontece", disse Mansi Srivastava, professor assistente de biologia biológica e evolutiva da Universidade de Harvard.



Consultei o site CNET e The Harvard Gazette no dia 23/03/2018. 

Novo design no Drive

Eu  Nos últimos tempo é possível notar que a Google tem investido no design das suas ferramentas, uma das que sofreu uma maior transformação foi o Gmail, que mudou para um ambiente branco mais simples, mas com um estilo mais moderno.
  No entanto, tal como referi no início outras ferramentas também sofrido alterações e uma destas foi o Drivers.
  Além da cara nova, a interface também foi alterada, passando alguns itens para baixo, para facilitar o manuseio em telas grandes dos aparelhos móveis.
  Além disso, uma nova aba chamada “Home” foi adicionada e nela o Drive tenta colocar em evidência os arquivos que são mais importantes para o usuário. O Google leva alguns pontos em consideração para listar os arquivos, como quando foi a última vez em que ele foi aberto ou editado, com quem eles são compartilhados e em qual frequência isso ocorre, além do tipo de arquivo que é utilizado em certo horário.


5 aplicações para aprender a programar

O smartphone é uma parte muito importante do nosso dia-a-dia, todos temos um sempre perto de nós seja na mala ou no bolso. Assim uma boa escolha para a aprendizagem de uma linguagem de programação é a utilização de uma aplicação para o smartphone.

Esta é uma lista das 5 melhores aplicações para aprender a programar no teu smartphone ou tablet!
  • SoloLearn - disponível para Android e iOS a aplicação SoloLearn é a mais popular da sua categoria na Google Play Store. Conta com linguagens como C++, Java, Python, SQL, HTML, CSS, C# e muito outras. A SoloLearn tem também na Google Play Store bastantes aplicações direcionadas para apenas uma linguagem.
  • Programming Hub - disponível para Android e iOS é uma das melhores classificadas e de acordo com o seu desenvolvedor podes dominar até 18 linguagens de programação com esta aplicação. Requer fazer um log-in e ensina mostrando pedaços de código e o seu output.
  • Learn Programming - disponível para Android, ao contrário das duas anteriores esta aplicação não ensina com lições mas através de listas de funções, tipos de dados, etc. Esta aplicação funciona offline por isso não requer uma ligação à Internet.
  • Enki - disponível para Android e iOS é uma aplicação muito bonita que te ensina JavaScript, Python, GIT, CSS e Linux. Agrupa as lições em quatro categorias: beginner, familiar, confident, e expert. Conta também com mini-jogos de programação.
  • AIDE - disponível para Android é uma excelente aplicação para testar as tuas skills de Java e Android. Conta com um mini-editor que te permite criar, testar e fazer debug de projetos no teu smartphone. Conta também com lições interativas e permite-te treinar as tuas skills modificando códigos pré-feitos.

Consultei o site bestappsguru.com no dia 23/03/2019

sexta-feira, 22 de março de 2019

Programação Orientada a Objetos - 4 dicas

A maior parte das linguagens de programação modernas são linguagens de programação orientada a objetos (OOP - Object-Oriented Programming) e por isso mesmo se estás familiarizado com programação provavelmente já passaste por uma destas linguagens.

Estas são 4 dicas para quem está a começar a aprender uma destas linguagens, são boas práticas e dicas que facilitam a aprendizagem e fazem o código melhor.
  • Não tenhas medo de criar demasiadas classes - Por vezes parece assustador e impossível de entender projetos gigantes com imensos ficheiros dentro, o que não é verdade! É muito mais fácil 10 ficheiros de 10 objetos diferentes do que uma coluna gigante de código que faz tudo sozinha. Por isto devemos, na maior parte das vezes, criar um objeto para cada coisa.
  • Utiliza mais subclasses - Em vez de criar uma classe e dar-lhe uma série de propriedades, é mais fácil separá-las em subclasses para que seja mais fácil entender o que cada uma faz.
  • Faz os objetos genéricos - Um dos melhores aspetos da OOP é a reutilização das classes em diversos projetos, o que nos poupa imenso tempo, por isso pensa nisto quando criares um objeto e fá-lo genérico.
  • Não partas os objetos - É muito mais fácil para quem vai ler, e talvez mesmo para ti algum tempo depois, ler um objeto inteiro ao qual as propriedades pertencem do que ler um dicionário de propriedades mesmo que o objeto contenha muito mais do que aquilo que precisemos.

Consultei o site www.imaginarycloud.com no dia 22/03/2019

quinta-feira, 21 de março de 2019

Google Forms - Quizzes e testes

O Google Forms é uma ferramenta muito útil que nos permite fazer inquéritos para pesquisa pessoal entre muitas outras coisas... Uma destas muitas utilizações é na educação: a criação de testes e quizzes que são avaliados automaticamente.

Criar um quiz ou teste é muito simples, vou explicar como criar um e listar algumas das funcionalidades bastante úteis destes testes.

Como criar um teste ou quiz:
  1. Clicar no símbolo "+" dentro do Google Forms.
  2. Clicar no botão "Settings"
  3. Clicar "Quizzes > Make this a quiz"
  4. Clicar "Save"
Funcionalidades:
  • Verificar sumário das questões nas quais houve mais falhas.
  • Fazer gráficos marcados com as respostas corretas.
  • As notas são dadas automaticamente.
  • Ver a média, mediana e amplitude das notas.
  • Partilhar as notas automaticamente e instantaneamente.
Descobre estas funcionalidades por ti! Cria um quiz para testar o Google Forms! 


Consultei o site support.google.com no dia 21/03/2019


quarta-feira, 20 de março de 2019

Novo AI da NVIDIA consegue transformar rabiscos em arte




Hoje na Nvidia GTC 2019, a empresa revelou um impressionante criador de imagens. Usando redes antagónicas geradoras, os usuários do software estão, com apenas alguns cliques, capazes de esboçar imagens quase fotorrealistas. O software transforma instantaneamente algumas linhas num lindo pôr-do-sol no topo duma montanha. Esta é a MS Paint para a idade da Inteligência Artificial. Chamado de GauGAN, o software é apenas uma demonstração do que é possível com as plataformas de rede neural da Nvidia. 




GauGAN permite que os usuários desenhem os seus próprios mapas de segmentação e manipulem a cena, rotulando cada segmento com rótulos como areia, céu, mar ou neve. Treinado num milhão de imagens, o modelo de deep learning preenche a paisagem com resultados impressionantes. Troque um rótulo de segmento de “areia” para “neve” e a imagem inteira muda para uma cena de inverno, com uma árvore frondosa que virou estéril. "É como uma foto de livro de colorir que descreve onde uma árvore está, onde o sol está, onde o céu está", disse Catanzaro. "E então a rede neural é capaz de preencher todos os detalhes e texturas, e os reflexos, sombras e cores, com base no que aprendeu sobre imagens reais."


Consultei o Reddit e o blog da NVDIA no dia 20/03/2019.

domingo, 17 de março de 2019

Utilização de realidade aumentada para reuniões virtuais


Utilização de realidade aumentada para reuniões virtuais


Resultado de imagem para AR for meetings


Uma das aplicações da realidade aumentada em ambientes profissionais é colocar na mesma sala os diversos
participantes numa reunião, mesmo estando em geografias distintas e permitir-lhes interagir virtualmente
entre si e sobre conteúdos digitais, sejam eles apresentações ou objetos 3D.
Um exemplo interessante é uma aplicação da plataforma Hololens da Microsoft de que se pode ver uma
demonstração no vídeo abaixo:


Referências:

https://www.bbc.com/news/av/technology-47090955/how-spatial-and-augmented-reality-could-change-work

Capacidades Aumentadas (Human Enhnacement) – Um caso aplicado aos bombeiros


Capacidades Aumentadas (Human Enhnacement) – Um caso aplicado aos bombeiros


Resultado de imagem para c-thru smoke diving helmet
A tecnologia que designaram por C-Thru usa infravermelhos e tratamento de imagem para poder fornecer
aos bombeiros, na forma de realidade aumentada o contorno dos objetos que estão à sua frente o que é
bastante útil em situações de baixa visibilidade e com muito fumo, nos incêndios.
De acordo com os testes permite deslocarem-se cerca de 300% mais rápido e portanto chegarem onde
interessa mais depressa.


Referências:
https://www.forbes.com/sites/leebelltech/2017/06/30/qwake-techs-ar-helmet-helps-firefighters-see-
through-smoke-and-get-out-of-fire-five-times-faster/#2733ec7971f6

https://www.qwake.tech/

Como Hololens e a Realidade Aumentada podem ajudar na medicina


Como Hololens e a Realidade Aumentada podem ajudar na medicina


Imagem relacionada


A Hololens é uma solução desenvolvida pela Microsoft para a Realidade Aumentada (Augmented Reality) e
que eles chamam Realidade Misturada/Combinada (Mixed Reality).
A Realidade Aumentada é um conceito que permite introduzir no contexto em que estamos elementos
virtuais quer de software quer de imagens remotas, de modo a “enriquecer” a realidade actual.
Para a inclusão desses elementos virtuais usam-se vários dispositivos como telemóveis, tablets ou óculos de
realidade aumentada (que é o caso do Hololens).
A utilização deste conceito tem variado bastante, desde usos lúdicos (jogos) como usos práticos (orientação,
informações turísticas, etc) passando por utilizações profissionais como o caso que se traz aqui, que é a
colaboração entre profissionais de saúde que não estão na mesma sala mas que partilham da mesma
informação e podem interagir entre eles.




Referências:
https://www.microsoft.com/en-us/hololens

https://www.bbc.com/news/av/technology-41669800/hololens-tech-used-in-bowel-cancer-surgery

Mensagem em destaque

C++ - Operadores de igualdade

Para termos um valor lógico, podemos simplesmente atribuir esse valor ( true ou false ). bool valor = true ; Mas outra forma de gera...