sábado, 7 de janeiro de 2012

Boneco de Steve Jobs irrita Apple


Boneco de Steve Jobs irrita Apple

"Com a morte de Steve Jobs, o mercado foi inundado por vários artigos que evocam a memória do fundador da Apple. Desde t-shirts até capas para o iPhone, são muitos os produtos vendidos na Internet. No entanto, um boneco realista de Steve Jobs pôs o departamento legal da empresa de Cupertino em acção ainda antes de começar a ser vendido.
Criação da In Icon, uma empresa chinesa baseada em Hong Kong, o boneco de 30 cm provocou algum burburinho na Internet, o que fez com que a Apple se apercebesse da sua existência.

De acordo com o "The Daily Telegraph", a empresa não terá gostado de ver uma reprodução pormenorizada do fundador da Apple no mercado e já enviou uma carta à In Icon avisando que irá proceder legalmente se o boneco, que custa 80 euros em pré-venda, for mesmo vendido.
"Qualquer brinquedo que lembre o logótipo da empresa de tecnologia, o nome de uma pessoa, a aparência ou parecença com os seus produtos é um crime", escreve a Apple, citada no jornal britânico.
Segundo a revista "Wired", na Califórnia, os direitos de personalidade impedem que haja reproduções da imagem da pessoa, voz ou assinatura sem o seu consentimento. Este impedimento vigora até 70 depois da morte da pessoa.

Para além da figura pormenorizada de Steve Jobs, a companhia vende também miniaturas das calças de ganga Levis, sapatilhas brancas New Balance e camisola de gola alta que se tornaram imagens de marca do criador de gadgets como o iPhone e iPad.
Disponíveis para os clientes, estão ainda um pacote com duas pequenas maçãs (uma delas roída) e um cenário com a frase que fez vibrar os fãs nas apresentações de novos produtos: "só mais uma coisa".
Este não é o primeiro boneco de Steve Jobs a fazer com com que a Apple ameace proceder legalmente contra uma empresa. Já em 2010, a companhia conseguiu impedir a venda de um boneco em que Jobs segurava um iPhone na mão."

In Jornal de Notícias online: tecnologia
à data de sábado, 07 de janeiro de 2012

Sem comentários:

Enviar um comentário