terça-feira, 12 de maio de 2015

O FIM DO WINDOWS

Pois é, a Microsoft anunciou muito recentemente que o Windows 10 vai ser a última versão do gigante sistema operacional. No entanto, isso não significa que a Microsoft desapareça ou deixe de criar sistemas operativos, o que irá acontecer é que irão ser efetuadas atualizações periódicas do Windows 10 e não serão lançadas mais versões invididualizadas do sistema.


"De forma geral, este é um passo positivo, mas há alguns riscos. A Microsoft terá de trabalhar duro para manter atualizações periódicas e novas funcionalidades. Isto não significa que o Windows está congelado e nunca mais avançará. De facto, estamos vendo praticamente o oposto, com o ritmo das atualizações do Windows a deslocarem-se a alta velocidade."


Steve Kleynhans, vice-presidente de pesquisas da consultoria Gartner



Sem comentários:

Enviar um comentário