sexta-feira, 1 de maio de 2015

Tribunal proíbe Uber de operar em Portugal

O Tribunal de Lisboa aceitou a providência cautelar interposta pela Associação de Táxis, ANTRAL, e proibiu a Uber de manter a atividade em Portugal.
A informação foi confirmada pelo presidente da ANTRAL, Florêncio de Almeida, ao Económico, que aceitou uma providência cautelar interposta há cerca de um mês. De acordo com o documento, o tribunal determina o encerramento imediato do seu site e da aplicação móvel, bem como de toda a atividade de transporte de passageiros que utilizem a aplicação. Se a Uber não cumprir a decisão, terá de pagar uma mula de 10 mil euros diários.
A Uber diz-se surpreendida e ainda não foi notificada pelo tribunal, sendo que Rui Bento, responsável pela Uber em Portugal, afirma não ter conhecimento de qualquer providência cautelar contra a Uber.
A Uber tem vários problemas nos países europeus, sendo que não é a primeira vez que é proibida de operar. Na Alemanha, por exemplo, para continuar a operar decidiu pagar licenças de táxi. Em Portugal, a Uber está a operar em Lisboa e Porto com o UberX e o UberBlack.

uber

Sem comentários:

Enviar um comentário