Pesquisar aqui

sábado, 17 de fevereiro de 2018

O Novo Blog

    Blog. Local na internet onde alguém escreve e publica sobre um dado tópico. Pode ser pessoal, assim como público, para outros o verem, comentarem e partilharem ideias e pontos de vista. 
    O Blog revolucionou a maneira como as noticias chegam até nós, podendo até dizer-se que foi a primeira grande "Social Media". Através deste meio de comunicação foi possível chegar a milhões de pessoas, que todos os dias, ou de vez em quando, leem sobre qualquer que seja o tema e criam uma opinião, ainda que não fique por escrito (nos comentários), fica a pairar na mente, à espera da ocasião de sair. 
     Os Bloggers, aqueles que escrevem no seu blog, falam de temas que poucos falavam ou simplesmente contam um pouco mais sobre si, e desta maneira, criaram uma comunidade e que, até hoje, continua a ler as suas publicações e faz com que a sua profissão seja essa mesma, ser Blogger. 
    Contudo, nos últimos anos, outra forma de comunicar tem vindo a crescer e a ganhar adeptos. 
    Cada vez mais as pessoas estão sem paciência para ler grandes publicações sobre qualquer que seja o assunto, principalmente por falta de tempo. E se existisse uma maneira de estar em contacto com alguém que tenha a coragem de partilhar a sua opinião e a sua vida com a internet, mas que não necessitasse da nossa completa atenção? Bem, o novo formato que ganhou poder graças ao YouTube foi o Video Blog, ou Vlog. 
    Um Vlog é basicamente uma publicação num Blog, mas em formato de video, em que a pessoa mostra e fala tanto do seu dia a dia como dos mais variados temas.

    A meu ver, o Vlogger mostra muito mais de si e da sua vida, tornando se também num género de uma cara conhecida para os seus seguidores. Apesar da exposição que têm, esta partilha começa a ser uma profissão que muitos jovens invejam.
    Para mim a verdadeira questão não se prende com o facto de, tanto os Bloggers como os Vloggers, estarem a dar a sua cara ao mundo, para todos a verem e conhecerem, mas sim com o facto de serem tidos, por vezes, como exemplos a seguir, especialmente pelas gerações mais novas , que sendo influenciáveis, podem adotar comportamentos menos corretos.


Fontes: (todas consultadas no dia 17 de fevereiro de 2018)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente de forma construtiva...