terça-feira, 8 de março de 2016

iPhone 7: novo mecanismo anti-queda?

O trauma da queda que destrói a tela e danifica o smartphone é cada vez mais presente, especialmente para quem investe bastante dinheiro nos modelos mais recentes, como o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus. 

Assim, a solução da Apple não impede as quedas, mas visa garantir que a queda não causa muito prejuízo.A Apple patenteou um recurso muito interessante, que pode surgir nos futuros iPhones. Trata-se de um dispositivo capaz de identificar quando o smartphone está em queda livre. Com essa informação, o sistema calcula o ponto de impacto mais provável com o solo e age mecanicamente para alterar o centro de gravidade do iPhone, prevenindo um choque que poderia causar danos graves. O pedido de registo dessa ideia foi submetido pela Apple em 2013.

A ideia é muito simples: o sistema monitora o posicionamento do aparelho em tempo real, usando o conjunto de sensores presentes no telemóvel, além de novos sensores ultrassónicos, que precisariam de ser incluídos nos novos iPhones.

Toda essa rede identifica o posicionamento do iPhone e consegue monitorar, por inércia, se ele sofre alguma aceleração brusca, o que seria um indicativo de queda. O processador recebe esses dados e faz uma série de cálculos, que determinam velocidade, tempo estimado para o impacto e ângulo da queda. Caso o cenário desenhado seja o de "tragédia eminente" para a tela e outros componentes sensíveis, o iPhone age para reduzir os danos.

Com os dados prontos, o processador pode acionar um pequeno motor embutido no telefone, garantindo que ele não sofra muito com o impacto ao chocar-se com o solo tanto de costas quanto de lado.



Sem comentários:

Enviar um comentário