domingo, 19 de março de 2017

Como é que os carros tornar-se-ão a próxima grande plataforma de conectividade



O futuro da mobilidade passará pelos veículos conectados. Invariavelmente. Segundo a empresa de consultoria BI Intelligence, 381 milhões de carros conectados estarão nas ruas até 2020, um crescimento considerável tendo em vista os 36 milhões que já circulavam em 2015.

Num cenário no qual carros assumem o papel de uma grande plataforma de conectividade, que permite compartilhar informações entre infraestruturas, pessoas e coisas como outros veículos, a Internet das Coisas empresta aqui a sua vocação para uma apropriada e emergente Internet dos Carros. Para a indústria, carros conectados tornaram-se, a sua devida proporção, uma espécie de smartphone para o qual serviços como entretenimento, entrega de tecnologia da informação, serviços financeiros e até mesmo o varejo poderão passar por ele. Uma visão que expande essencialmente a variedade e os modelos de negócios do próprio mercado automóvel.









A SAP tem nos últimos anos lançado uma série de recursos que se integram a sua oferta de cloud para a indústria automotiva, incluindo aí parcerias com montadoras e outras companhias que atendem o setor. Em 2015, a empresa de software alemã lançou a SAP Vehicles Network Solution, plataforma para criar soluções de mobilidade e aplicativos dedicados ao cliente final, o motorista. Ao dar infraestrutura, dados e insights em tempo real, a SAP consegue facilitar a criação de apps e uma nova gama de serviços automotivos conectados. Entre os exemplos, pense em estacionamentos e portões conectados, postos de gasolina, restaurantes e redes de hotéis. Entre as parcerias firmadas estão acordos com Bosch, Shell, Toyota, Volkswagen e BMW que também integram a SAP Leonardo, o portfólio de IoT da alemã.

Os esforços para o crescente mercado de carros conectados também vão de encontro com um recente anúncio da companhia. No ano passado, a SAP revelou planos de investir 2 mil milhões de euros para acelerar o campo da Internet das Coisas. Novos modelos de negócio, a indústria 4.0 e até mesmo a forma como pessoas vivem, trabalham e se relacionam com as suas coisas são um campo vasto para explorar o alcance da Internet das Coisas e, claro, a dos carros.




Fonte: http://idgnow.com.br/ti-corporativa/2017/03/13/como-carros-se-tornarao-a-proxima-grande-plataforma-de-conectividade/

Sem comentários:

Enviar um comentário