sábado, 29 de abril de 2017

Uma despedida emocionada dá prémio de fotografia ao açoriano Luís Godinho



Um grupo de crianças despede-se de uma missão da AMI que ajudou a reconstruir um centro hospitalar na aldeia de Parba, no Senegal. Os miúdos estão pendurados na janela do autocarro. Em primeiro plano ficou uma menina. Luís Godinho tenciona regressar à aldeia com fotos para todos por Luís Godinho



Luís Godinho está em Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores, cidade natal. Formado em Engenharia do Ambiente, tem 34 anos e é fotógrafo profissional. Fala pelos cotovelos. "A história da fotografia? Começo pelo princípio. Uma amiga minha trabalha no centro Porta Amiga da AMI e manifestou interesse em fazer uma missão no Senegal. Eu fiz um pedido especial para ir como fotógrafo. Paguei a minha viagem e fui".

Os Sony World Photography Awards 2017 anunciaram os vencedores nacionais dos 66 países a concurso. O terceirense Luís Godinho ficou em primeiro lugar entre os portugueses com uma imagem feita no Senegal




Consultado a 29 de Abril de 2017

Sem comentários:

Enviar um comentário