Pesquisar aqui

sexta-feira, 1 de março de 2019

Agora pode encontrar scooters e bicicletas Lime em mais cidades no Google Maps



Em dezembro, a Google lançou um novo recurso que permitia que os usuários encontrassem limas e scooters no Google Maps em 13 cidades diferentes. Neste fim de semana, a empresa anunciou que está expandindo o recurso para mais de 80 cidades em todo o mundo. O Google vem constantemente adicionando opções de compartilhamento de viagens no Google Maps nos últimos anos, em parceria com empresas como Uber e Lyft. Como esses recursos, o aplicativo fornece aos usuários o local, o tempo necessário para percorrer o veículo selecionado e uma estimativa de preço.


A expansão está disponível para usuários iOS e Android, e traz o recurso para várias cidades nos Estados Unidos, bem como em outros países, como Inglaterra, Nova Zelândia, México e outros. O Google também diz que o recurso está chegando a outras cidades no futuro próximo.



Antes de vir para Portugal, a Lime fez uma verdadeira radiografia à cidade. Conclusões: “Lisboa é uma cidade densa com muito tráfego, especialmente no centro, registando diariamente a entrada de mais de 370.000 carros, e os seus habitantes estão muito conscientes disso”, explica Noa Khamallah,
As scooters elétricas são o futuro, acredita a Lime. Sustentáveis e mais saudáveis, ao usá-las, as pessoas têm mais flexibilidade, podendo evitar engarrafamentos, percorrer a cidade mais rapidamente e interagir com o ambiente urbano de forma diferente.

A Lime chegou à capital em colaboração com a Câmara de Lisboa, para trabalhar em conjunto em medidas sustentáveis de interagir com a cidade: “Sentimo-nos honrados por termos sido convidados pela autarquia para criar uma oferta de e-scooters em Lisboa”.
Embora as Lime-S sejam, no fundo, trotinetes elétricas, a geografia da cidade não preocupa a empresa: as scooters têm bastante potência para serem usadas no centro da cidade e por pessoas com diferentes pesos. 


Consultei os sites nit e The Verge no dia 01/03/2019.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente de forma construtiva...