domingo, 17 de maio de 2015

The Void: O parque de diversões que leva a realidade virtual a outro nível

Se a realidade virtual é um segmento tecnológico que o entusiasma, então precisa de conhecer o The Void. Para o caso de ainda não estar totalmente convencido, talvez o vídeo que revela o conceito por trás do parque de diversões o faça mudar de ideias: 


O objetivo é criar a experiência de realidade virtual mais imersiva possível. Para isso contam com tecnologia própria - o capacete e o colete que detetam o posicionamento e o movimento -, com criações digitais e com elementos físicos. 

“Queria salta da minha cadeira e andar a vaguear. Eu queria lá estar [na realidade virtual], mas sentia que estava separado desse mundo por estar apenas sentado a jogar. E muitas vezes levantava-me e não conseguia fazer nada”, disse um dos responsáveis do projeto, Ken Bretschneider, em entrevista ao The Washington Post
Cada sala do The Void terá cerca de 20 metros quadrados e um tema específico. Como foi possível ver no vídeo as temáticas podem ser variadas, desde um épico fantasioso a uma aventura guerrilha futurista. 

E futurista é algo que o parque de diversões em si não é pois a abertura do parque de diversões está previsto já para o ano no estado norte-americano do Utah, mas Ken Bretschneider admite que podem existir atrasos. 

Até agora o empreendedor já investiu 13 milhões de dólares neste projeto que permite que até dez pessoas estejam a jogar no mesmo cenário em simultâneo. O objetivo é expandir o conceito também para a Europa e para a Ásia a longo termo. 

Muitos acreditam que o mercado da realidade virtual vai dar o "salto" em 2016 quando dois dos principais projetos do segmento - Oculus Rift e Project Morpheus - ficarem disponíveis para os consumidores ainda durante o primeiro semestre. 

Sem comentários:

Enviar um comentário