sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Monstra-Festival de Animação de Lisboa tem Itália como país convidado

Itália é o país convidado da edição deste ano do Monstra -- Festival de Animação de Lisboa, que decorre de 16 a 26 de março e terá 264 filmes em competição, anunciou hoje o diretor da iniciativa.


A "presença de Itália" no Monstra inclui 80 curtas-metragens, oito `longas`, quatro exposições, duas sessões de `live digital painting` (pintura digital ao vivo), dois `workshops` e quatro `masterclasses`, referiu Fernando Galrito, na conferência de imprensa de apresentação do festival, hoje, em Lisboa.

Esta presença inclui uma retrospetiva dedicada a Pinóquio, a decorrer na Cinemateca Portuguesa, que começa com o filme de 1940 de Walt Disney, que adapta "As aventuras de Pinóquio" do escritor italiano Carlo Collodi, e termina com a versão de Enzo d`Aló, de 2012.

O festival inclui também uma retrospetiva de "grandes realizadores italianos", durante a qual serão exibidos filmes de, entre outros, Bruno Bozzetto, Enzo d`Aló, Simone Massi e Gianluigi Toccafondo, e uma homenagem aos realizadores russos Fyodor Khitruk e Eduard Nazarov.

Em competição estarão 264 filmes e, destes, 57 na secção Curtas Internacionais, 75 na Curtas de Estudantes, 48 na Curtíssimas, seis na Longas e 65 na Curtas Portuguesas.

Este ano, adiantou Fernando Galrito, houve 2.380 filmes inscritos, sendo apresentados 516.

Entre os filmes a serem exibidos durante o festival, o responsável destacou "A Tartaruga Vermelha" e "A minha vida de curgete", nomeados para o Óscar de Melhor Filme de Animação, "Blind Vaysha", nomeado para Óscar de Melhor Curta de Animação, e "Love Story", vencedor de um BAFTA, os prémios de cinema britânicos.

"A Tartaruga Vermelha", de Michaël Dudok de Wit, venceu no passado fim de semana o Prémio Melhor Filme no IndieJúnior, e "A minha vida de curgete", de Claude Barras, venceu, entre outros, o grande prémio do festival de cinema de animação de Annecy.

A programação inclui também quatro exposições: "20 anos de cinema de animação da JPL Films", no Museu da Marioneta, "Retrospetiva de 20 autores italianos", na Sociedade Nacional de Belas Artes, "Bruno Bozzetto", "40 anos de Cinanima" e "Sardinha em Lata", no cinema São Jorge, e "Máquinas de Animar" e o "O pré-cinema (homenagem aos 125 anos do teatro ótico de E.Reynaud)", no colégio Maria Pia da Casa Pia de Lisboa.

Este ano, a secção ClipAnim tem curadoria do vocalista dos Xutos & Pontapés, Tim, cujas escolhas "vão surpreender", segundo a organização.

O festival decorre de 16 a 26 de março, mas haverá atividades antes disso. O "Pré-Monstra" inclui, entre outros, o cinema mais pequeno do mundo vestido à italiana, com capacidade de 16 a 32 lugares, no Largo Camões, com sessões de 10 a 16 de março, a Monstra no Intendente, com a exibição do filme "A ovelha choné", no Largo do Intendente, a 03 de março, e "50 minutos de animação para mil alunos" do Liceu Camões, no dia 07 de março.

Depois de Lisboa, o Monstra irá percorrer o país com "sessões em seis cidades": Tavira, de 06 a 27 de abril, Portalegre, de 19 a 21 de abril, Porto, de 23 a 25 de maio, Oeiras, em maio, Coimbra, de 30 de maio a 01 de junho, e Torre de Moncorvo, de 02 a 04 de junho.

Consultado em 17.02.2017

Sem comentários:

Enviar um comentário