Pesquisar aqui

domingo, 24 de março de 2019

JPG ou PNG?

Com várias opções para salvar ou exportar as suas imagens, a decisão pode parecer complicada. Este post abordará duas das opções de formato de arquivo mais populares, JPG e PNG, incluindo quando usá-las e porquê.

Existem duas perguntas principais a serem feitas quando se quer decidir qual formato de arquivo de imagem que deve ser usado.

Primeiro, que tipo de imagem é essa? É uma foto casual do seu cão ou um gráfico detalhado com um propósito profissional? Ela precisará ser redimensionada ou alterada em relação ao estado actual?

Em segundo lugar, como se pretende usar essa imagem? Será publicada num site de uma empresa? Ou será para uso pessoal?

As respostas a essas perguntas ajudarão a seleccionar o tipo de arquivo ideal.


O que é um JPG?

O tipo de arquivo de imagem JPG foi desenvolvido pelo Joint Photographic Experts Group (JPEG) em 1992. O grupo percebeu que havia a necessidade de tornar os grandes arquivos fotográficos mais pequenos, para que pudessem ser mais facilmente compartilhados.

Alguma qualidade é comprometida quando uma imagem é convertida em JPG. O motivo é porque a compressão é com perdas, o que significa que determinadas informações desnecessárias são excluídas permanentemente. No entanto, um JPG permite que se crie um tamanho de arquivo menor do que com um PNG.


JPG vs PNG lado a lado. Imagem de comparação do Parque Nacional de Zion

Um JPG deve ser usado em qualquer situação em que seja importante ter um arquivo pequeno. Além do guardar inicial como um JPG, existem ferramentas que permitem reduzir ainda mais o arquivo. Isso é útil para imagens da Web, porque o tamanho menor aumentará a velocidade de carregamento da página. À medida que as conexões de internet de banda larga se tornam mais universais, isso está a tornar-se um problema cada vez menor. No entanto, aqueles com conexões de internet mais lentas ou computadores mais antigos e menos potentes agradecerão pela sua consideração.


O que é um PNG?

O formato de arquivo PNG foi criado em meados dos anos 90 para funcionar como um substituto do Graphics Interchange Format (GIF). Limitações do GIF levaram à criação e prevalência do PNG.

Um benefício importante e, muitas vezes, factor decisivo para usar um arquivo PNG, é que, ao contrário de um JPG, eles dão suporte à transparência. Isto permite que se tenha um fundo transparente em torno de um objecto de forma irregular e evite uma caixa branca (ou de outra cor) delineando a imagem. Se se precisar de transparência, definitivamente deve-se optar por um PNG.





















A compactação de arquivos para um PNG é sem perdas. Como o termo indica, a compactação sem perdas retém todos os dados contidos no arquivo, dentro do arquivo, durante o processo. A compactação sem perdas é necessária quando se tem imagens que ainda estão no processo de edição. Geralmente, os PNGs são usados ​​se o tamanho não for um problema e a imagem for complexa, porque um arquivo PNG contém mais informações que um JPG. Também é ideal usar um PNG para uma imagem gráfica, como o ícone abaixo, que é usado na página do produto TechSmith Snagit.


Então, JPG ou PNG?

Não há resposta certa ou errada! Pense na escolha como um processo de optimização e permita que os factores que abordamos guiem a sua decisão.


Sites consultados:
Techsmith

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente de forma construtiva...