segunda-feira, 9 de maio de 2016

Motor de Inteligência Artificial da Google já escreveu romance literário

A Google obrigou o seu motor de Inteligência Artificial a ler mais de 2865 romances de modo a fazê-lo melhorar a sua interação com humanos e melhor perceber a linguagem por nós utilizada.

Esta estratégia visa melhorar a interação dos produtos da Google com as pessoas e dar melhores respostas aos pedidos dos humanos. Em declarações ao site BuzzFeed News, um dos responsáveis por este departamento afirmou que o treino deste tipo de motores com uma alimentação massiva de romances literários permite-lhe assimilar muitas nuances da linguagem.

Depois disso o motor ficou encarregue de escrever frases da sua autoria tendo como base o que havia aprendido. Os resultados foram depois comparados com o texto dos livros originais que havia lido. Ainda de acordo com a Google, o motor escreveu uma obra literária sozinho.

Google

Este não foi o primeiro livro escrito por um robô, já que em 2013, o NaNoGenMo desenvolvido por Darius Kazemi escreveu um breve romance para o concurso National Novel Generation Month que premeia obras escritas com cerca de 50.000 palavras nos 30 dias do mês de Novembro.

Sem comentários:

Enviar um comentário