sábado, 21 de maio de 2016

NASA e exército australiano lançam rocket a mais de 9200 Km/h


Num dia não muito longínquo será possível dar uma volta ao mundo em pouco mais de quatro horas… mas o primeiro voo hipersónicos não foi além dos 278 quilómetros.


O supersónico já não é novidade, mas os voos hipersónicos podem tornar-se uma realidade nos próximos tempos: pelo menos, é essa a esperança dos especialistas da Agência Espacial dos EUA (NASA), da Força Aérea dos EUA e da Agência Espacial do Departamento de Defesa Australiano que conseguiram lançar o primeiro foguete hipersónico, que rasgou os céus a velocidades estimadas de 7,5 vezes a velocidade do som (a velocidade do som é de 1.236 km/h; o rocket terá superado os 9.270 Km/h) durante um voo que o elevou a cerca de 278 quilómetros da altitude. Os testes foram realizados numa base de Woomera, na Austrália.



Sem comentários:

Enviar um comentário