Pesquisar aqui

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Melhor tech com IoT da CES 2020 (PARTE 4)

Esta é a quarta parte de uma série de posts que irão cobrir a melhor tecnologia apresentada na CES 2020 que utiliza (nem que seja um pouco) o conceito de internet of things.

Oral-B io smart tooth brush:
Este dispositivo é, como o nome indica, uma escova de dentes elétrica e inteligente. Tem a particularidade de se conectar com o smartphone via uma app, monitorando a qualidade da lavagem em cada zona da boca, a força e o tempo. Tem capacidade de se conectar com o apple health kit e um display integrado na própria escova onde é possível escolher o tipo de lavagem que queremos efetuar. Após o término da lavagem a escova dá um feedback baseado na qualidade da mesma. Para carregar é apenas necessário colocá-la em cima de uma espécie de doc magnético. Como já era de se esperar, vem equipada com a "ground brush head", que é a cabeça de escova mais emblemática da Oral-B, que a marca clama ser, juntamente com a vibração da escova, a forma mais eficaz de limpeza dentária.



Withings scanwatch:

A withings é conhecida por combinar relógios analógicos com um ecrã digital, resultando num relógio simples e bonito que consegue ao mesmo ser tradicional e moderno. O display funciona quase como o da mi band 3, em que mostra os passos, as chamadas que estamos a receber, notificações,...   Possui também um botão lateral que é utilizada para controlar a parte inteligente do relógio (um pouco como o apple watch). Porém, o que torna este smartwacth especial são as suas qualidades no âmbito da deteção de problemas de saúde. Conseguindo detetar batimentos cardíacos irregulares, apneia do sono, comportamento corporal durante exercício físico e até possui a capacidade de realizar um electrocardiograma. Por todas estas funções a marca apelida-o do mais avançado wearable focado em saúde já feito. Toda esta informação pode ser consultada no aplicativo próprio disponível para smartwatches, sendo possível partilhar os dados com o seu médico. A marca prevê estar disponível no mercado no final deste ano, porém, ainda tem que ser aprovado pela entidade reguladora da saúde dos Estados Unidos da América.



imagens:

  • URL1
  • URL2
  • consultadas no dia 12/01/2020


fontes:

Sem comentários:

Publicar um comentário

Comente de forma construtiva...

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.