Pesquisar aqui

Wednesday, October 28, 2020

Radeon RX 6000 - Será desta que a AMD fará finalmente estragos à Nvidia?

Enquanto que a AMD tem estado a competir bastante com a Intel do lado dos CPU's, o mercado de placas gráficas é, no mínimo, desapontante.
A AMD nos últimos anos simplesmente não tem conseguido competir, especialmente no mercado de topo, apesar de rumores e haver esperanças de um mercado mais competitivo. Neste momento, o RX 5700 XT apenas compete com o RTX 2060 Super, que era talvez o sexto melhor dessa geração da Nvidia. Assim, o único mercado onde a AMD consegue competir é na performance por custo.
Quanto a GPU's de topo, a história das últimas três gerações tem provado que a AMD não tem conseguido chegar aos pés da Nvidia.


Quando, em 2015, a nova arquitetura de GPU's da AMD, denominada de Fiji, estava prestes a ser lançada, existiam até rumores de que a esta arquitetura iria destronar até o Titan X da Nvidia, a placa de absoluto topo. Saiu então o R9 Fury X, mas uns dias antes a Nvidia lançou um GPU que iria ficar na memória: o GTX 980 Ti. Gastando mais 30W, o R9 Fury X ainda hoje em dia é 3-5% mais lento que o 980 Ti, sendo assim o começo do fracasso.

Dois anos depois, o mesmo aconteceu com o RX Vega 64, com rumores que iria destronar a placa de vídeo de topo da Nvidia, agora a GTX 1080 Ti, mas chega então o falhanço total, e desta vez nem foi necessário uma nova placa de vídeo para estragar o plano da AMD, o Vega 64 tinha até dificuldades em competir com a GTX 1080, que como se pode perceber pelo nome, era a segunda melhor placa de vídeo. É também de mencionar que por esta altura a placa da Nvidia já tinha mais um de ano desde que tinha sido lançada, o que acabava por meter mais sal na ferida da AMD.

Chegamos então ao ano passado com a arquitetura Navi e ao tal RX 5700 XT.
Desta vez a AMD nem sequer tentou competir com o agora RTX 2080 Ti, nem com o RTX 2080, competiu apenas com o terceiro melhor GPU da Nvidia na altura, o RTX 2070, que também tinha sido lançado um ano antes. Acima disso, estes GPU's da AMD ainda não suportavam ray tracing sequer.
Lançou então a Nvidia o tal RTX 2060 Super, bem como o RTX 2070 Super, para competir com esta nova competição da AMD, fazendo com que a mesma tivesse de baixar os preços dos seus GPU's para poder competir.

Concluindo, vê-se uma tendência para que a AMD, não consiga competir com a Nvidia no topo do mercado, mas veremos o que a AMD nos trará de novo ao mercado, sendo tudo anunciado no dia em que esta entrada do blog será publicada.



No comments:

Post a Comment

Comente de forma construtiva...

Note: Only a member of this blog may post a comment.