segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Chase Me




O artista digital francês Gilles-Alexandre Deschaud demorou mais de dois anos a criar uma curta metragem em stop-motion usando apenas peças impressas em 3D. Este filme de animação, Chase Me, estreou no prestigiado Annecy International Animation Festival em Junho passado e também foi selecionado para o Short Film Corner no Festival de Cannes. Todas as peças impressas em 3D usadas no filme foram criadas com uma impressora Form 1+ 3D de Formlabs.

Chase_Me_girl.jpg.1354x0_q80-768x432.jpgA história começa com uma rapariga a cantar e a tocar um ukulele, enquanto caminha através de uma floresta mágica. Mas não é tão simples como pode parecer: um monstro evolui a partir da sua sombra, e continua evoluindo, como ela persegue-a através da floresta. Percebemos que existe um verdadeira perseguição por parte do monstro, Chase Me, mas que é incentivada pela própria rapariga.

Vamos lá ver o que foi necessário para a realização deste filme de três minutos:

    Hand-placing-Chase-Me-girl.png
  • Dois anos de trabalho;
  • Quatro meses de animação CG;
  • Dez meses de impressão 3D ininterrupta (cerca de 6.000 horas!);
  • 80 litros de resina;
  • 2.500 impressões 3D (300 das quais foram pintadas);
  • 12 cenários diferentes em 3D.

Cada cena do filme foi desenhada por Deschaud em CG primeiro, antes de ser processado em 3D. Foi então recriado através da animação stop-motion, a 15 frames por segundo, para obter o resultado final. 

Peças maiores, como a árvore maciça na floresta, foram impressas em 22 partes separadas, e mais tarde montadas. Para cenários como a cascata, foram necessárias impressões a 3D frame por frame, a fim de lhes ser conferida a ilusão de movimento. As impressões a 3D da rapariga, usadas para grandes ângulos era de 3 cm, ao passo que para as filmagens de close up era de 7cm.




Sem comentários:

Enviar um comentário