Pesquisar aqui

domingo, 8 de dezembro de 2019

Arduino e Raspberry Pi: os deuses dos Makers

Primeiramente, quem são os tais de Makers? Este nome é associado às pessoas que têm um grande interesse em construir coisas e realizar projetos pessoais, normalmente tecnológicos. O papel dos Makers tem vindo a aumentar, pois cada vez mais Startups surgem a partir de projetos pessoais, tanto que alguns estudiosos e pesquisadores acreditam que o movimento Maker será responsável pela próxima revolução industrial.

O Arduino e o Raspberry Pi são por sua vez uma peça central da maioria dos projetos dos Makers, permitindo ter algum nível de complexidade. Porém eles não são a mesma coisa. Enquanto que o Rapberry Pi é um microprocessador ou SBC (single board computer), no fundo, um computador concentrado em apenas uma placa, com Wi-fi, sistema operativo, bluetooth, etc... o Arduino, por sua vez é um microcontrolador, que tal como o nome sugere, controla componentes eletrónicos. Outra grande diferença é que a a linguagem de programação nativa do Raspberry Pi é Python, enquanto que a do Arduino é C++.



Mas afinal qual é a relação disto com IoT? Estes dois dispositivos são uma das melhores maneiras de se entrar no mundo da IoT. Com o Arduino é possível capturar diversa informação com os diversos sensores que podem ser controlados pelo menos e transmiti-los à Cloud ou para o telemóvel ou rede pessoal através da utilização de um Shield (peça adicional que se coloca no Arduino para atribuir novas capacidade como a de ligar-se à internet), o inverso também é válido, utilizar dados descarregados da Cloud para executar tarefas, como abrir portas ou ligar luzes. Para além disso existe até uma Cloud denominada de "Arduino IoT Cloud" completamente grátis e fácil de utilizar. No caso do Raspberry Pi, também é possível utilizá-lo para vários projetos na IoT, vindo já com capacidade de ligação ao Wi-fi, para além disso é um dos dispositivos que suporta o sistema operativo "Windows 10 IoT Core", um SO desenvolvido com o propósito de proporcionar um ambiente mais fácil para os Makers criaram os seus projetos de IoT.


Para concluir, tanto o Arduino como o Raspberry Pi são extremamente úteis para quem se quiser aventurar na criação de projetos que envolvam a internet das coisas. A sua maior vantagem é sem dúvida a acessibilidade e o preço.


fontes:

imagens:

2 comentários:

Comente de forma construtiva...

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.