Pesquisar aqui

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

IoT está a transformar o mundo dos videojogos

Os videojogos ou games evoluíram muito desde o "pong", tornando-se uma das formas mais populares de entretenimento, gerando receitas anuais superiores a Hollywood, por exemplo. Com o crescimento do número de jogadores também cresceu a variedade dos mesmos. O mercado pediu por coisas cada vez mais diferentes que enquadrassem melhor as pessoas que cada apenas queriam se divertir por uns minutos, sem ter que comprar uma consola ou um computador potente que lhes permitisse jogar campanhas de dezenas de horas ou treinar para ser a próxima estrela dos e-sports. De forma a atender a esta demanda, as produtoras começaram a investir cada vez mais nos jogos mobile. É aqui que entra a IoT. 

Esta tecnologia é capaz de utilizar as funcionalidades do telemóvel ou tablet ao máximo, proporcionando experiências mais imersivas. Um grande exemplo é o recente sucesso mundial Pókemon GO!, que utilizava o GPS do telemóvel para situar o mesmo e acompanhar a sua deslocação pelo mundo, à medida que este se cruzava com outros jogadores era possível lutar ou apanhar Pokémons que apareciam na câmara do mesmo, dando a impressão que eram reais. Este é um exemplo claro do uso de IoT para transmitir as informações que cada aparelho recolhia para Cloud, cruzá-las e criar um mundo virtual que se diferenciava do real por uma linha muito ténue. O sucesso deste formato foi gigantesco, sendo o jogo mobile com mais downloads no seu primeiro mês de sempre.


A mesma empresa que desenvolveu o Pokemon GO! (Niantic Games), lançou recentemente outro sucesso (desta vez, não tão grande), o jogo "Harry Potter: Wizards Unite" que se baseia nos mesmos princípios, mas com ainda uma maior ênfase na realidade mista e com diferentes possibilidades dependendo do tipo de lua, ou da meteorologia do dia em questão.



Outro exemplo é também o "Zombies, Run! 2" que utiliza os dados do acelerómetro e pedómetro do telemóvel para monitorar as corridas do usuário que serão utilizadas para cumprir missões dentro do jogo como: "corra 5Km em 29 minutos para chegar a tempo de salvar os sobreviventes que se encontram no centro comercial", etc...

Como é possível perceber a IoT tem sido uma tecnologia muito promotora do sucesso dos "games", que possui muito mais aplicações que aquelas que aqui mencionei como realidade virtual, mas isso fica para outro post.

fontes:


imagens:
  • URL1
  • URL2
  • consultadas no dia 07/12/20019


Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente de forma construtiva...