domingo, 10 de abril de 2016

Estudo comprova que Facebook afeta a nossa qualidade de sono

De acordo com um estudo da Universidade de Pittsburgh que envolveu 1700 participantes com idades entre 17 e 32 anos, as pessoas que desfrutam o seu tempo livre no Facebook ou qualquer outra rede social (Snapchat, Reddit, Google Plus, Twitter, Tumblr, Linkedln e Pinterest) têm a tendência de sofrer distúrbios de sono em comparação com as pessoas que optam por atividades ao ar livre.
Normalmente, quando o sono não aparece, muitos de nós opta verificar o smartphone presente na mesinha de cabeceira e dar uma vista de olhos rápida no Feed ou consultar os amigos. Esta maneira de agir poderá originar um ciclo vicioso, uma vez que as pessoas com problemas em adormecer têm a esperança de que ao passar algum tempo nas redes sociais possa ajudá-las a dormir.
Em média, cada participante deste estudo gastava 61 minutos do seu dia em redes sociais, acumulando com uma média de 30 visitas por semana.
A conclusão deste estudo é que se pretende adormecer o melhor é praticar algum desporto, algo que faça o seu corpo e cérebro saudável e, ao mesmo tempo, lhe gaste a energia necessária para cansar-se e precisar de descansar.

Sem comentários:

Enviar um comentário