Pesquisar aqui

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Hiro-chan, o robô sem rosto



Resultado de imagem para hiro-chan robot

Este robô é Hiro-chan. É fabricado pela Vstone, uma empresa japonesa de robótica conhecida por produzir uma variedade de kits e peças de robótica educacional e de entretenimento. Hiro-chan não é o que chamaríamos um robô normal, pois não tem um rosto. Vstone chama Hiro-chan de "dispositivo de comunicação curativo" e, embora todo o aspecto sem rosto seja definitivamente estranho, há uma razão para isso.

A existência inteira de Hiro-chan parece se basear na transição de triste para feliz em resposta a abraços. Se deixada em paz, o humor de Hiro-chan piorará gradualmente e começará a chorar. Se você pegá-la e abraçá-la, um acelerômetro detectará o movimento e o humor de Hiro-chan que melhorara até começar a rir. Essa é a extensão da interação, mas você ficará feliz em saber que o robô tem acesso a mais de 100 variações de expressões coletadas de bebês reais para garantir que as mudanças de humor sejam fluidas e sem problemas.

De acordo com o blog japonês RobotStart, o público-alvo para Hiro-chan é o idoso, embora seja bastante simples em operação que praticamente qualquer pessoa possa escolher um e descobrir o que deve fazer com ele. O objetivo final é o "efeito de cura" (um sentimento de realização, eu acho?) Que você obteria ao fazer o robô se sentir melhor.

Vstone espera que Hiro-chan possa ser útil com idosos em casas de repouso.
Então, por que o robô não tem rosto? Como a funcionalidade do robô depende de você passar do triste para o feliz, Vstone diz que dar uma cara ao robô (e uma expressão fixa) tornaria isso muito menos convincente e emocionalmente gratificante - o robô teria a expressão "errada" metade do tempo. Em vez disso, o utilizador pode ouvir as dicas de áudio de Hiro-chan e imaginar um rosto. Ou não. De qualquer maneira, o efeito Uncanny Valley é evitado (que eu já falei noutra noticia). Fofo ou assustador, qualquer seja a tua reação, este robô é interessante e demonstra o que uma simples tecnologia pode fazer.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Comente de forma construtiva...

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.