quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Cor vs. Preto e Branco

Quais as diferenças entre fotografia a cor e a preto e branco? Em que contexto deverá cada uma ser utilizada?
Após o aparecimento da fotografia a cores, bastantes fotógrafos receberam esta inovação de braços abertos, enquanto muitos outros se mantiveram fiéis à fotografia monocromática. Nos dias de hoje, apesar de a fotografia colorida ser algo mais acessível, há ainda muitas pessoas que tendem a preferir a fotografia a preto e branco.
A fotografia a cor pode ajudar a acentuar o ambiente retratado. Por exemplo, a utilização de cores frias transmite uma sensação de frio, pelo que são ideias para retratar uma cena de inverno. Este tipo de tons pode transmitir também sentimentos como a tristeza, quando utilizados de uma maneira acertada, sendo o oposto também aplicável com tons quentes.
Assim sendo, a fotografia a cor deve ser utilizada quando esta consiste num elemento chave para a história contada pela imagem, devendo haver harmonia entre os tons.
Por outro lado, no que toca à fotografia monocromática, a acentuação das luzes e das sombras produzem muitas vezes um grande dramatismo que chama a atenção do espectador. Esta técnica também permite que o fotógrafo se distancie um pouco da realidade e torna mais fácil a transmissão de emoções.
Resumindo, a fotografia a preto e branco deverá ser utilizada quando a cor tende a distrair o espectador da mensagem a passar. Quando maior a variedade de tons da cena, mais complexa ficará a fotografia a preto e branco.

Para concluir, ambas fotografia a cores e a preto e branco devem ser utilizadas, dependendo do contexto em que a situação pictórica se encontra. Seja para transmitir sensações ou emoções mais profundas, ambas as técnicas consistem em caminhos que levam o fotógrafo ao fim pretendido.

Fig. 1/2: Fotografias de Garry Black

Sem comentários:

Enviar um comentário