Pesquisar aqui

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Escola de programação

Sem aulas e de graça: assim é a escola de programação mais revolucionária do mundo.


  • 50.000 pessoas inscrevem-se todos os anos para entrar na 42, uma escola vanguardista de Paris. De vista parece ser como outras universidades tecnológicas: poucas mulheres.
  • A 42 é uma fundação privada sem fins lucrativos, sustentada principalmente pelo magnata francês da tecnologia Xavier Niel, coproprietário do Le Monde (e dos direitos de My Way de Sinatra) e, além disso, incentivador do que será a maior incubadora do mundo, a também parisiense Station F. O modelo acadêmico foi concebido pelo próprio Niel e por Nicolas Sadirac, fundador e ex-diretor executivo da rede de escolas particulares de código Epitech, de excelente reputação no cenário tecnológico francês, mas com preços a partir dos 7.000 euros anuais. Ambos acreditam que a genialidade não surge somente entre os que podem pagar uma instituição desse tipo, e pensam que a universidade pública se asfixia por seu próprio tamanho e falha na hora de proporcionar o salto entre a formação e a empresa. Criaram uma escola que qualquer um “nascido para o código” (o lema da escola) possa ter acesso, em permanente contacto com o ambiente empresarial e com um conceito pedagógico que faz da gamificação a sua essência.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente de forma construtiva...