Pesquisar aqui

domingo, 22 de novembro de 2020

Tipos de motor em motociclos

    Nas motas, os tipos de motores usados não são nada iguais àqueles usados nos automóveis. Mas porquê?
Bem, principalmente porque numa mota é essencial reduzir ao máximo o tamanho e o peso dos componentes vários componentes. 
    Assim, decidiu-se que os motores, nas motas, iriam ser classificados quanto ao número de cilindros (Monocilíndrico, bicilíndrico, tricilíndrico e tetracilíndrico).

    Motores monocilíndricos são os que possuem a configuração mais simples utilizada nas motas atualmente. Por possuírem apenas um cilindro, o seu tamanho é bastante reduzido e tornam os motociclos com este tipo de motor muito leves. Este tipo de motor tem também capacidade de gerar torque em rotações muitos baixas, sendo mais utilizados em cidade, onde o trânsito é mais intenso. No entanto, não são indicados para longas viagens, já que em rotações mais altas torna a mota bastante desconfortável devido às vibrações.

    Já os motores bicilíndricos (tal como o nome indica, possuem dois cilindros e dois pistões) são motores adequados tanto para cidade como para a realização de algumas viagens de tempo em tempo. Estes motores geram torque em rotações médias, proporcionando assim mais estabilidade e conforto (Como é o caso das Harley-Davidson).




    Os motores Tetracilíndricos são então, como se pode prever, perfeitos para longas viagens. Possuem baixíssimas vibrações, no entanto o seu tamanho e complexidade tornam estes motores os mais caros do mercado, tendo ainda como desvantagem o torque atingido apenas em altas rotações, o que dificulta o seu movimento em estradas com tráfego elevado 


Sem comentários:

Publicar um comentário

Comente de forma construtiva...

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.