terça-feira, 29 de novembro de 2016

Fotógrafa russa compara beleza dos cabelos ruivos a raposas selvagens



Os tons avermelhados carregam uma sensualidade tão envolvente que até mesmo as mulheres mais tímidas os desejam. Ser ruiva vai além de transformar radicalmente os fios; é como um estado de espírito, uma ousadia que poucas colorações conseguem alcançar. Não é à toa que tanta gente se declara fã dos avermelhados e acobreados, né? A fotógrafa russa Alexandra Bochkareva certamente faz parte do time de entusiastas.
Encantada pelo universo das sardas espontâneas, Alexandra resolveu homenagear a beleza ruiva com dois ensaios encantados e selvagens, literalmente. Além de modelos ruivas, uma simpática raposa avermelhada posou para as lentes da fotógrafa, em meio à neve e bosques que parecem ter saído de um conto de fadas.
A ideia de Alexandra era acrescentar um tom “mágico” às fotos, comparando a beleza dos cabelos ruivos ao comportamento selvagem das raposas. Todas as fotos foram espontâneas, embora o animal, adestrado, estivesse preparado para uma interação tão próxima a humanos. Mesmo assim, Alice, a raposa, mostra-se ora simpática, ora impaciente e pouco à vontade.
O equilíbrio entre delicadeza e ferocidade é evidente nas fotos de Alexandra. 

Sem comentários:

Enviar um comentário