sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

QUATRO DICAS SIMPLES PARA UMA BOA COMPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA





Você já se perguntou porquê você fica instantaneamente vidrado em algumas fotografias e não em outras: Ou porquê algumas de suas imagens não possuem aquele fator “uau” que você vê em outras? A resposta para essas perguntas pode estar relacionada à composição fotográfica e como você a cria. A maneira em que uma fotografia é composta tem um grande impacto na duração em que uma pessoa deseja ficar olhando à ela.
Nesse artigo vamos dar algumas dicas básicas sobre composição. Essas orientações vão te poupar tempo e permitir que você crie imagens ainda mais impactantes.

VERTICAIS E HORIZONTAIS

Quando nosso cérebro enxerga algo que ele sabe que devia ser horizontal, como o horizonte (o próprio nome diz), mas ele não está representado nesse sentido, um alerta é emitido. O instinto nos diz que há algo errado. A maneira de dizer isso é como se fosse uma mensagem afirmando “eu não gosto muito dessa foto”. A mesma coisa acontece com objetos que deviam estar na vertical, como os prédios, mas não estão.
As horizontais são relativamente simples de corrigir. Você vai precisar apenas de um pouco de prática e da atenção de reparar no horizonte antes de disparar a câmera. Na maioria das câmeras fotográficas, há opções de “grades” no display que mostram as linhas horizontais e verticais – você pode usá-las para se orientar.

PATRULHANDO A BORDA

Uma das principais distrações na composição fotográfica é pequenos elementos que invadem a borda da moldura de uma imagem. Essas distrações fazem com que os olhos foquem nelas e não do objeto principal da imagem.
Você pode consertar a imagem com uma edição posterior. É só cortar, por exemplo, mas por que não lidar com a situação na hora de fotografar? Essas distrações podem ser galhos, pontos luminosos, ou pequenas partes de elementos que não pertencem ao cenário da fotografia.
Quando você for formar a composição fotográfica, escolhendo o que será a moldura da cena principal, pare um pouco antes de disparar a câmera e veja se há algo invadindo o que você ter retratar. Se tiver, ajuste a composição. Geralmente um pequeno passo para o lado, ou uma leve mudança no ângulo da câmera já vão resolver o problema.

OBJETOS INTERSECCIONADOS

Quando dois elementos visuais não relacionados se tocam, ou se sobrepõem, eles geralmente chamam a atenção indesejada. Às vezes não é possível alterar o seu ponto de vista. No entanto, a paciência muitas vezes compensa.
Vamos dar um exemplo claro: quando você vai fotografar um ambiente externo e captura dois pássaros voando, a imagem fica muito mais interessante quando é possível ver os dois pássaros por completo, ao invés de um na frente do outro. Para capturar os dois pássaros separados, você pode gastar um pouco mais de tempo esperando que eles entrem em uma posição interessante, ou mudança a posição em que você está.

SIMPLIFIQUE

É fácil fazer com que seu elemento principal fique perdido em uma cena carregada e desordenada em uma composição fotográfica mal feita. Sempre que possível, tente compor a imagem de maneira que nada fique competindo com o que você quer chamar a atenção.
Tente fotografar esse elemento em diferentes ângulos. Às vezes, mudar sua perspectiva, mesmo que de leve, pode fazer uma grande diferente entre uma boa foto e uma foto incrível.
Outra maneira de simplificar a sua composição é limpar a cena antes de tirar a foto. Recolha o lixo e mova temporariamente objetos que possam distrair a visão da sua imagem.

Sem comentários:

Enviar um comentário